Cães abandonados no Japão encaram a morte por gás

Por Lobo Pasolini (da Redação)

Foto: Reuters
Um artigo da BBC confirma que a relação ética com os animais nem sempre está ligada ao nível de desenvolvimento do país. O Japão é um país super tecnológico, com pouca violência e muita organização. Porém, quando se trata de cães, a mentalidade é a mesma: egoísmo, negligência e frieza. Essa matéria diz que 90% dos cães abandonados são “destruídos”, o eufemismo da BBC para assassinados.
Em uma municipalidade, eles são mortos em uma câmara de gás móvel a caminho do crematório. Os japoneses não gostam de adotar porque eles não gostam nada de “segunda mão”. A única nota positiva dessa matéria é que algumas pessoas estão mudando esse paradigma e adotando animais abandonados.
A pergunta: se existe esse problema, por que então não se proíbe a criação de animais? Essa matança é consequência da moda de comprar “pets”, um hábito que se espalha pelo mundo com consequências letais para os animais. Animal em casa? Só adotado. E devidamente castrado.
A Reuters também tem uma estória sobre o tema, com muitas fotos (em inglês).

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com