VIDA SELVAGEM            

Onça-pintada é flagrada no Parque Nacional de Brasília

Desde 2017 não havia registros em Brasília do animal, o maior felino da América Latina, que está ameaçado de extinção            
Onça-pintada é vista no Parque Nacional de Brasília | Foto: Priscilla Petrazzini /Arquivo pessoal

Uma onça-pintada foi flagrada por pesquisadoras da Universidade de Brasília (UnB) no Parque Nacional de Brasília, conhecido como Água Mineral

As imagens foram captadas por câmeras de monitoramento instaladas na região, no fim de setembro, e divulgadas no último sábado (16/10).

Segundo o portal G1, desde 2017 não havia registros em Brasília do animal, o maior felino da América Latina, que está ameaçado de extinção.

Nas três fotos captadas, a onça-pintada, um macho adulto, aparece sozinha.

 

A imagens fazem parte da pesquisa de Priscilla Petrazzini, doutoranda em ecologia pela UnB. O ano passado, ela espalhou 30 câmeras, uma espécie de armadilha fotográfica, em 57 pontos do parque.

O objetivo da pesquisa, segundo Priscilla, é investigar a distribuição de tamanduás na região. No entanto, ela tem visto outros animais de grande e médio porte, como lobo guará e até pumas.

Onça-pintada é vista no Parque Nacional de Brasília – Foto: Priscilla Petrazzini /Arquivo pessoal

Como o registro ocorreu durante o período de queimadas na região, a pesquisadora não sabe informar se o animal vive no parque nacional ou estava apenas de passagem, já que no pico da seca, predadores costumam se deslocar em busca de alimentos.

A orientadora da pesquisa e professora do Instituto de Ciências Biológicas da UnB, Ludmilla de Souza Aguiar, explicou ao portal G1 que o registro da onça-pintada no Parque Nacional de Brasília “é muito positivo, pois demonstra que, apesar do crescimento urbano do entorno e do aumento do impacto antrópico [ação humana], a espécie persiste na região”.

A onça-pintada foi vista em uma área restrita da unidade de conservação, portanto, distante da área de visitantes, onde ficam as piscinas do Água Mineral.

Esta não é a primeira vez que uma onça-pintada é vista no no interior do parque. No fim de 2017, biólogos do projeto “Brasília é o Bicho” flagraram a espécie caminhando na região.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo