TRANSFORMAÇÃO            

Consumo de carne vegetal aumenta 31% na Espanha

O crescimento das vendas de carne vegetal confirma tendência do mercado em apostar nos produtos alternativos aos de origem animal.            
Foto: Ilustração | Pixabay

O consumo de carne vegetal aumentou 31% na Espanha, segundo o Portal Vegazeta, representando o faturamento de 86,5 milhões de euros para o setor. Os dados foram anunciados pela consultoria Nielsen ao analisar o consumo de alimentos no ano de 2020. 

Ainda de acordo com o Portal Vegazeta, as vendas desses produtos na Espanha têm aumentado principalmente em supermercados. As alternativas ao leite estão em primeiro lugar no país em consumo na categoria de alimentos à base de vegetais. Na sequência estão carnes vegetais, iogurtes vegetais e então queijos vegetais.

O crescimento do consumo de carne vegetal confirma a tendência do mercado em apostar nos produtos alternativos aos de origem animal. Exemplo disso é que no mesmo período a indústria da carne obteve faturamento de 27,9 milhões e aumento de apenas 4% no consumo. 

Essa tendência também é confirmada pela Research and Markets, que estima que em dois anos o mercado de alimentos vegetais ultrapassará o faturamento de 521 milhões de euros na Espanha

Empresas do setor de carne vegetal

Entre os destaques do setor estão as empresas Flax and Kale, Zyrcular Foods e outras marcas dos Estados Unidos, como Beyond Meat ou Impossible Foods.

Vale destacar a atuação da empresa espanhola de carnes vegetais Heura Foods, que atualmente comercializa seus produtos em 14 países. Em 2019, a empresa teve crescimento expressivo de 450% e em 2020 conseguiu ultrapassar em mais de 400% sua meta de um milhão de euros a partir de financiamento coletivo. 

A empresa divulgou que em relação aos produtos de origem animal, suas alternativas à base de vegetais já representavam uma redução total de 3,6 milhões de quilos de dióxido de carbono (CO2).

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo