AMOR            

Vaca tratada como membro da família segue tutor e não aceita ficar sozinha

Clota, como é chamada a vaquinha, tem uma relação de muito companheirismo com seu tutor, que a trata com carinho e respeito            
Foto: Reprodução/@facu_rulo

Tratada como membro da família, Clota é uma vaca sortuda que não teve o mesmo destino que os animais explorados pela agropecuária. Em uma fazenda em Córdoba, na Argentina, ela vive cercada de cuidados e do amor de seu tutor, Facundo Aguilera. Através das redes sociais, o jovem mostra um pouco de sua rotina ao lado do animal.

Nos vídeos compartilhados pelo cordovês no TikTok, rede social chinesa, fica claro que humanos podem construir relações de afeto com vacas assim como fazem com cachorros e gatos. Na fazenda, Clota atende pelo nome e vem correndo na direção de seu tutor assim que o vê. Ela também detesta que ele saía da propriedade rural, deixando-a sozinha.

Embora Clota tenha a companhia de outros animais, sempre que Aguilera entra em seu carro para deixar o local, a vaca entra na frente do veículo para tentar impedi-lo de ir embora. A atitude mostra não só a capacidade das vacas de nutrir sentimentos de afeto pelos humanos, mas também a inteligência desses animais.

Em um dos vídeos divulgados pelo rapaz, Clota aparece emburrando-o com a cabeça e ele explica que o gesto é uma forma que a vaca encontrou de se divertir com o tutor. “De vez em quando ela brinca comigo, e isso me deixa feliz”, escreveu Aguilera.  ️

Na rede social, a vaquinha também aparece degustando frutas e se deliciando ao receber farelo de pão como petisco. O tratamento que a vaca argentina recebe serve de exemplo para aqueles que ainda insistem em consumir produtos de origem animal, condenando, assim, animais sensíveis e inteligentes como Clota a vidas miseráveis.

Foto: Reprodução/@facu_rulo

Vaca vive feliz em fazenda no Brasil

Vitória é uma vaca que, assim como Clota, vive feliz em uma fazenda. Adotada pela brasileira Lúcia Lima, a vaquinha viralizou nas redes sociais da tutora. Nas imagens, Vitória lambe a mulher em um ato de carinho e entra na cozinha da fazenda para comer escondido frutas deixadas em uma fruteira.

Mesmo quando é pega no flagra fazendo algo errado, Vitória não volta atrás. Em um dos vídeos, a tutora insiste para a vaca sair da cozinha, mas o animal persiste e vasculha o que encontra pela frente. Lúcia só consegue levar a vaquinha para a área externa quando usa uma maçã para atraí-la.

Foto: Reprodução/ Instagram/Lúcia Lima

Além da vaca, Lúcia cria outros animais, como galinhas que gostam de abraços. Um pássaro preto resgatado após cair do ninho também foi cuidado pela mato-grossense, mas recentemente voou. Criado livre de gaiolas e sem ter suas asas cortadas, Pretinho, como é carinhosamente chamado, nunca teve sua liberdade boicotada.

Há cerca de uma semana, a tutora dos animais usou as redes sociais para anunciar que o pássaro havia voado e deixou claro que respeita o instinto da ave. “Uma parte de mim voou. Eu sei que um dia ele vai voltar e se não voltar fico feliz porque ele foi muito amado e me deu muito amor. Deus é muito maravilhoso de ter deixado ele viver um tempo comigo”, escreveu Lúcia. “Assim como nós, seres humanos, eles [pássaros] também formam suas famílias. Não canso de dizer que estou morrendo de saudade e que eu o amo demais”, concluiu.

Veja vídeos das vaquinhas Clota e Vitória:

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo