FERNANDO DE NORONHA            

Estudo analisa sons dos golfinhos para entender impacto do turismo

A intenção é entender como o turismo em Fernando de Noronha afeta o comportamento desses animais            

Uma pesquisa que durará cinco anos e está sendo realizada em Fernando de Noronha busca entender como o comportamento dos golfinhos é afetado pelo aumento do turismo no local. Através da análise dos sons emitidos pelos animais, os pesquisadores buscam explicar e entender algumas mudanças de comportamento, como aproximação dos golfinhos à barcos.

Foto: Ilustração | Pixabay

Para entender melhor como se dá isso, foi instalado um hidrofone na Baía dos Golfinhos, com a intenção de captar os sons de animais como os golfinhos que têm a tendência de se comportar de forma muito vocal. Em entrevista ao Portal G1, Raul Ribeiro, professor da Universidade Federal de Juiz de Fora, o pesquisador diz que os sons são parte da essência dos golfinhos, e que a Baía dos Golfinhos é um local de socialização dos mesmos.

Além da instalação do hidrofone, e o conserto de um aparelho igual que já se encontrava instalado no local, há também o monitoramento diário com gravações de áudio, e são coletadas imagens subaquáticas e aéreas utilizando drones. Os golfinhos são animais sociáveis e usam os sons para se comunicar.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo