AMOR            

Menino passa a noite em clínica veterinária para não deixar seu cão sozinho

O garoto se negou a deixar o cachorro sozinho por temer que ele se sentisse assustado por não estar em um ambiente familiar            
Foto: Reprodução

Um menino passou a noite em uma clínica veterinária em La Plata, na Argentina, após se negar a deixar seu cachorro sozinho no local. Doente, o animal foi levado ao estabelecimento pelos pais do garoto e teve que ser internado para ser submetido a uma cirurgia.

Da raça pastor alemão, o cão havia adoecido repentinamente, o que preocupou o garotinho. Quando soube que o animal teria que pernoitar na clínica por conta de uma cirurgia de emergência, a preocupação da criança redobrou. Foi então que ele decidiu contrariar as normas do hospital veterinário, negando-se a ir embora.

Isso porque o menino considerou que o cachorro ficaria assustado por estar doente em um local que não lhe é familiar e longe de seus tutores. E para que o animal se sentisse acolhido, o garoto convenceu os veterinários a deixá-lo passar a noite no local.

Cansado, o garoto acabou pegando no sono sentado em uma cadeira diante do cachorro, que estava deitado a sua frente. O momento marcante, que provou o amor existente entre os dois, foi registrado em uma comovente fotografia divulgada nas redes sociais da revista argentina “Subestada y Editorial”.

Na publicação, a revista exaltou os laços de afeto entre crianças e animais. “Talvez haja pessoas que não entendem plenamente o que significa ser criança e ter um animal de estimação. Talvez haja pessoas que não saibam o que significa passar a noite em claro em uma clínica veterinária, apenas porque o seu cão foi operado e está com medo. Talvez haja pessoas que não consigam encontrar o amor que está por trás destas fotos, um amor que se traduz em camaradagem, cumplicidade, lealdade e confiança, um amor que confunde cachorro e criança em um único ser. Este garoto, no entanto, entendeu tudo: há momentos em que é preciso ser responsável e companheiro. Simples assim, complexo assim, humano assim”, escreveu.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo