MIGRAÇÃO            

Pinguins-de-magalhães debilitados são resgatados em Santos (SP)

           
Foto: Reprodução | PMP-BS

Dois pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus) foram resgatados por equipes da Polícia Marítima em Santos, no litoral de São Paulo. Os animais foram encontrados debilitados, no Canal do Estuário, e foram encaminhados para o Instituto Gremar.

Segundo o Gremar, os pinguins apresentaram baixo peso, desidratação e estavam exaustos. Além de apresentarem quadro de hipoglicemia e hipotermia, sintomas comuns que acometem a espécie quando se deparam com dificuldades no percurso migratório para a costa brasileira.

De acordo com o órgão, nesta época do ano essa espécie costuma migrar em busca de alimento. Os dois pinguins estão em observação e ainda necessitam cuidados, estão recebendo medicações e suplementos adequados. Para os próximos procedimentos, a equipe está aguardando a evolução do quadro clínico.

O Instituto ainda informa que, nos últimos anos foram resgatados e reabilitados centenas  de animais desta espécie, fazendo com que parte deles retornassem para o mar.

PMP-BS

O projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), é desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Meio-ambiente e de Recurso Naturais Renováveis (Ibama), com objetivo de atendimento de condicionante do licenciamento ambiental federal das atividades da Petrobras de produção e escoamento de petróleo e gás natural na Bacia de Santos.

Conforme informações do portal G1, o PMP-BS é realizado desde Laguna (SC) até Saquarema (RJ), sendo dividido em 15 trechos. O projeto também tem como objetivo avaliar possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias e do atendimento veterinário aos animais vivos e necropsia dos animais encontrados mortos.

Cabe ao Gremar monitorar o trecho 9, que fica entre São Vicente e Bertioga. Para acionar o resgate de mamíferos, tartarugas e aves marinhas, vivo, debilitados ou mortos, pode entrar em contato pelos telefone 0800-642-3341 ou (013) 99711-4120.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo