LEALDADE

Cadela entra em ambulância e faz vigília em frente a hospital após tutor ser atropelado

O amor que a cadela nutre pelo homem comoveu a equipe do hospital, que passou a cuidar de Nina            
Foto: Wellington Parise da Rosa/Arquivo pessoal

Negando-se a abandonar seu tutor, que foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, uma cadela entrou dentro de uma ambulância para acompanhá-lo. O homem, atropelado em Foz do Iguaçu, no Paraná, contou com a companhia da cadela ao receber os primeiros socorros.

Durante o percurso feito pela ambulância, a cadela se comportou. Na chegada ao hospital, após ser impedida de entrar na unidade de saúde, Nina iniciou uma vigília para esperar a saída do tutor.

O nome da cadela é reflexo do carinho que os funcionários do hospital passaram a nutrir por ela. Sem saber qual é o nome verdadeiro do animal, o técnico em enfermagem Raynner Pereira escolheu “Nina”.

O comportamento dócil e a lealdade incomparável da cadela conquistaram os corações não só dos funcionários da unidade de saúde, mas também dos bombeiros que socorreram o tutor de Nina no último sábado (12) após o homem ser atropelado na BR-277.

Foto: Zito Terres/RPC

“A gente decidiu levar [a cadela] junto, por conta da sensação humana e segurança do animal, que poderia ficar perdido ou correr atrás da ambulância, o que poderia gerar outro acidente”, explicou ao G1 o Tenente Jessé Marcelo Winck.

Em frente ao hospital, Nina ganhou um espaço destinado a ela, além de comida e água. Tudo preparado pelos profissionais da instituição que se comoveram com o caso e decidiram cuidar do animal até que o homem internado tenha alta.

“Ela ficou chorando lá, latindo. Comoveu o carinho que ela teve, procurando um modo de estar perto do paciente. A bichinha é fiel, é carinhosa”, concluiu Raynner Pereira.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo