ANDA comemora 10 anos dedicados ao jornalismo animalista

           

A Agência de Notícias de Direitos Animais (ANDA) comemora hoje (28) 10 anos de pioneirismo no jornalismo animalista. Maior portal do mundo de defesa animal com posicionamento abolicionista, a ANDA publicou, na última década, importantes reportagens que, inclusive, pautaram a mídia tradicional, e realizou diversos eventos culturais, além de ter lançado livros e ingressado na Justiça com ações judiciais que visam beneficiar e proteger os animais.

(Foto: Pixabay)

Inúmeros casos de crueldades foram denunciados pela ANDA, assim como histórias inspiradoras foram divulgadas com o intuito de motivar a sociedade a adotar posicionamentos éticos em relação aos animais. A história da maior assassina de animais do país, Dalva Lina da Silva, condenada a 12 anos de prisão, foi noticiada em primeira mão pela ANDA. A reportagem alcançou 185 mil curtidas e milhares de compartilhamentos nas redes sociais.

A libertação dos beagles do Instituto Royal também foi amplamente divulgada pela ANDA, com 30 matérias publicadas apenas no dia do resgate dos cães. As reportagens ultrapassaram 10 mil curtidas cada e noticiaram na íntegra a ação dos ativistas e a repercussão internacional do caso.

Em 2018, diversas reportagens sobre a exportação de animais vivos foram publicadas. Entre as primeiras está a matéria que divulgou o embarque de 27 mil bois, colocados em uma navio, atracado no porto de Santos (SP). A divulgação do caso alcançou mais de 7 mil curtidas. Como dizia o título da reportagem, os bois foram condenados a um “sofrimento até a morte”, tendo sido forçados a viajar por semanas, em condições insalubres, chafurdados em fezes e urina, até à chegada à Turquia, onde foram covardemente mortos.

As matérias publicadas pela ANDA mudaram a política interna de empresas, inspiraram a elaboração de projetos de leis federais e motivaram mudanças na sociedade ao disseminar o jornalismo animalista de forma pioneira. A ANDA possibilitou ainda que animais fossem adotados e, em caso de desaparecimento, voltassem para casa após a divulgação dos casos no portal. Uma das histórias que tiveram um final feliz foi a do cão Pimpo, que voltou para os cuidados da tutora.

Reconhecimento

A dedicação da ANDA em prol dos direitos animais, usando o jornalismo como ferramenta, tem sido reconhecida por importantes nomes da causa animal. O Dr. Pedro Ynterian, Secretário Geral do Projeto GAP Internacional, classificou o trabalho da ANDA como algo louvável. “Uma agência dedicada a propagar informações sobre as injustiças cometidas contra os animais não humanos na nossa sociedade é um trabalho louvável e deve ser apoiado por todos que se dedicam à luta por um mundo mais justo. Parabenizo a ANDA pelos 10 anos deste trabalho tão importante e reitero o apoio do Projeto GAP. A luta é de todos nós!”, afirmou Ynterian.

(Foto: Pixabay)

Para Silvia e Marcos Pompeu, do Rancho dos Gnomos, a ANDA representa uma importante arma de conscientização da sociedade. “Parabenizamos a ANA por seus 10 anos de serviços prestados à causa animal levando informação e sempre com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a situação dos nossos irmãos animais. A nossa gratidão a nossa amiga e ativista Silvana Andrade que está à frente desse trabalho com muito empenho e dedicação”, disseram.

A iniciativa de Silvana Andrade, ao fundar a ANDA, foi lembrada e parabenizada por Nina Rosa Jacob, ativista pelos direitos animais e fundadora do Instituto Nina Rosa – Projetos por Amor à Vida. “Dez anos atrás, a jornalista Silvana Andrade decidiu fundar a primeira agência de notícias de direitos animais, para efetivamente dar voz a eles. Hoje esse conceituado portal é conhecido internacionalmente e oferece inestimável apoio à causa que os defende. Parabéns e obrigada à Silvana e equipe ANDA! Neste momento somos a voz deles lhes agradecendo”, concluiu.

Evento comemorativo

Em comemoração aos 10 anos da ANDA, a Orquestra Jazz Sinfônica de São Paulo irá realizar, no dia 1º de dezembro, o espetáculo musical “Animais em Concerto”.

O evento é uma parceria entre o Governo do Estado de São Paulo, a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, o Instituto Eu Causo e a ANDA. A orquestra apresentará ao público músicas de filmes famosos protagonizados por animais que emocionaram plateias em todo o mundo. O público terá a oportunidade de relembrar temas de filmes como O Rei Leão, Free Willy, Babe, Beethoven, Marley e Eu, Hachiko: Sempre ao Seu Lado, entre outros.

O maestro Gustavo Petri irá reger os arranjos produzidos pelos musicistas Rodrigo Morte, Douglas Fonseca, Ruriá Duprat, Tiago Costa, Yuri Prado e Nelson Ayres.

Confira a programação completa:

Programa Jazz 01 de Dezembro 2018 – INST ANDA – MAL ordem (2)

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo