Homem que não gostava de cães passa a usar camiseta combinando com novo amigo

           

Cachorros são seres amáveis e extremamente carinhosos. É raro encontrar alguém que não adore esses simpáticos animais.

Este homem de 65 anos, pai de Vinícius Carleto, dizia não gostar de animais, principalmente de cachorros. Isso mudou quando sua família adotou um.

Carleto mora no Brasil onde, no ano passado, sugeriu aos pais que adotassem um filhote de um abrigo. Nenhum dos dois ficou entusiasmado com a ideia inicialmente, na verdade, seu pai era totalmente contra. “Eu não quero um cachorro em casa”, Carleto se lembra dele dizendo. Mas isso não foi uma grande surpresa.

“Meu pai é velho e mal-humorado, sempre franzindo a testa”, brincou Carleto ao The Dodo.

No entanto, Carleto não desistiu. Ele providenciou que sua mãe conhecesse o cachorro que ele tinha em mente, um filhotinho chamado Pitoco, e ela rapidamente apoiou a ideia de adotá-lo. Com o suporte de sua mãe, o pai apenas admitiu a derrota e, com relutância, aceitou o novo animal na família.

Pitoco agora tinha uma casa, porém a recepção que recebeu do pai de Carleto teve pouco entusiasmo. “Ele aceitou o Pitoco, mas não gostou muito dele”, disse Carleto.

Mas em pouco tempo, tudo mudou. Carleto começou a notar que seu pai aos poucos foi se encantando por Pitoco e percebendo que o cão era realmente adorável.

“Toda vez que meu pai chegava em casa estressado do trabalho, ele se distraía com o cachorro e deixava o estresse para trás”, disse Carleto. “Então um dia cheguei em casa e vi meu pai com Pitoco no quintal. Eles estavam correndo e brincando. Eu nunca imaginei que isso fosse possível”.

O pai de Carleto estava tão apaixonado que, apenas três meses depois da chegada do cãozinho, a dupla usou camisetas um com o rosto do outro.

O pai de Vinícius Carleto, dizia não gostar de animais, principalmente de cachorros. Isso mudou quando sua família adotou um.
Foto: Vinícius Carleto

Observando o efeito que Pitoco teve no espírito de seu pai, Carleto descobriu ainda mais mais motivos para amar cachorros do que ele imaginava que houvessem.

“Parece que os cães entendem como estamos nos sentindo”, disse Carleto. “E a companhia deles nos permite escapar do estresse diário da vida. Isso é uma coisa muito importante”.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com