Vacas são espancadas e têm os olhos mutilados em matadouros

Em uma tentativa de silenciar as vozes contra o movimento há seis meses, o governo argumentou que a proibição era uma tentativa de “prevenir a crueldade em uma escala inimaginável” contra os animais.

Foto: AFP

Porém, nada mudou desde então. Vídeos de uma investigação realizada por grupos de direitos animais durante um período de dois anos revelam a brutalidade cometida contra os animais indefesos em nome da indústria. As imagens mostram a extrema crueldade daqueles que se beneficiam com o horror.

Em uma das fitas, um touro é levado para ser morto. O açougueiro o atinge com um martelo na testa. Conforme ele tem um colapso e se contorce de dor, é assassinado para satisfazer as papilas gustativas de algumas pessoas.

Outra fita mostra uma barbaridade similar e expõe como os regulamentos são violados. Vacas conscientes são mortas sem serem atordoadas. De acordo com o Times Now, elas são assassinadas na frente umas das outras, o que é claramente proibido pelas diretrizes estabelecidas pelo governo.

Os registros mostram que os açougueiros não são os únicos que torturam os animais e que os proprietários dos matadouros também são culpados. As vacas são espancadas com bastões, varas e correntes. Além disso, seus ossos são quebrados e seus olhos são arrancados.

Agora o governo planeja reverter a proibição da venda e compra de bois e vacas dos mercados de animais para matadouros que foi feita no dia 26 de Maio por meio de uma notificação do Ministério do Meio Ambiente sob a Lei de Prevenção de Crueldade para Animais.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo