Aquecimento da Antártida ameaça segunda maior plataforma de gelo do mundo

           

Cientistas alemães descobriram o que poderia destruir uma plataforma de gelo da Antártida que possui o tamanho do Iraque.

Plataforma de gelo Filchner-Ronne no Mar de Weddell
Foto: Climate News Network

Eles preveem que, em poucas décadas, a maquinaria oceanográfica que mantém a plataforma de gelo Ronne-Filchner no Mar de Weddell falhará. Um oceano aquecido terá 450 mil quilômetros quadrados de gelo flutuante.

A zona de isolamento de água fria e muito salgada que durante séculos foi uma proteção natural para a segunda maior plataforma de gelo do mundo desaparecerá. O Oceano Austral será transformado.

O gelo perderá sua ancoragem no fundo do mar. Isto era um freio no movimento glacial do continente antártico e o fluxo do gelo glacial do continente para o mar aumentará.

“Hoje podemos observar os primeiros sinais dessa tendência”, diz Hartmut Hellmer, oceanógrafo do Centro Helmholtz para Pesquisa Polar e Marinha do Instituto Alfred Wegener, em Bremerhaven, na Alemanha.

“Em primeiro lugar, menos gelo marinho está se formando na região e, em segundo lugar, as gravações oceanográficas da quebra da plataforma continental confirmam que as massas de água aquecidas estão se aproximando cada vez mais da plataforma de gelo”, acrescenta.

Ele e seus colegas relatam no Journal of Climate que o ciclo de feedback auto amplificador que identificaram no Mar de Weddell pode ser irreversível – o que significa que a segunda maior prateleira de gelo do mundo diminuirá dramaticamente, segundo o Ecowatch.

Outras equipes de pesquisa previram que o derretimento das prateleiras do gelo polar do sul poderia dobrar até 2050, que têm ocorrido fraturas que resultam em icebergs enormes e que dados de 15 mil anos atrás confirmam que o nível do mar subiu três metros como resultado de um aquecimento súbito da Antártida.

Assim, a pesquisa alemã não é um choque. Mas ajuda os cientistas especializados em clima a entender como uma região que tinha mantido uma área estável de gelo por toda a história humana pode de repente derreter.

A mudança começa no próprio mar. O gelo derrete no verão e congela novamente no outono e inverno, liberando sal abaixo da plataforma para suportar uma camada de água isolante muito fria, de dois graus negativos.

Mas o aumento das temperaturas do ar em todo o mundo, graças ao uso de combustíveis fósseis e ao acúmulo de dióxido de carbono – significa uma diminuição na formação do gelo marinho. Este será o início da transformação do Mar de Weddell. Em 2070, as alterações serão visíveis.

“Nossas simulações mostram que não haverá como reveter isso uma vez que as massas de água quente encontrarem o seu caminho sob a plataforma de gelo e que o seu calor acelerar a fusão em sua base”, disse Hellmer.

Os cientistas partiram do pressuposto de que se os seres humanos continuarem a queimar combustíveis fósseis em uma taxa cada vez mais acelerada, os níveis de dióxido de carbono na atmosfera chegarão a 700 partes por milhão.

Agora, eles estão em 400 partes por milhão e os climas já começaram a mudar, com uma escalada correspondente na média das temperaturas globais. Algo comparável já começou a ocorrer com o Mar de Amundsen, do outro lado da Península Antártica.

“Quando se trata do Mar de Amundsen, onde a água aquecida já atingiu a plataforma continental e até mesmo a linha de aterramento de algumas plataformas de gelo, podemos dizer com segurança que este influxo de calor não pode ser interrompido, a mudança do regime climático já ocorreu”, explicou Hellmer.

“Em outras palavras, as perdas da massa da camada de gelo da Antártida Ocidental se intensificarão – assim como os modelos apontam”, concluiu.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo