Le Lis Blanc reafirma que vai continuar usando pele de animais

           

(da Redação)

Apesar dos protestos de defensores de animais e consumidores da marca, que estão mobilizados pelas redes sociais (Facebook e Twitter), a Le Lis Blanc insiste em continuar usando peles de animais em suas peças. A Iódice, Arezzo e Colcci conscientes da crueldade que representa o uso de peles verdadeiras, num gesto de respeito ao consumidor e principalmente à vida dos animais, retiraram das prateleiras todas os produtos feitos com peles de coelhos, raposas, chinchilas.

A arrogância e inconsciência da Le Lis Blanc, que encontra-se na contramão da atitude de grandes marcas nacionais e internacionais, divulgou um comunicado oficial, pela sua página no Facebook, reafirmando o uso de pele de coelho em sua coleção com argumentos desprovidos de qualquer ética e compaixão. Tratando os animais como simples mercadoria, como se trata o barro para fazer cerâmica. Veja abaixo da Le Lis Blanc aos protestos:

A sociedade precisa continuar se manifestando como vem fazendo pelo Twitter e Facebook. A violência, a crueldade, o sofrimento,a dor não podem estar na moda.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo