Espécie de búzio dá o “alarme do ladrão” para evitar os predadores

           
O animal emite uma luz que, para além de assustar o predador, pode colocá-lo em evidência atraindo os seus próprios predadores, o que desencoraja o ataque ao búzio.

Cientistas da Scripps Institution of Oceanography (Califórnia, EUA), publicaram recentemente na revista Proceedings of the Royal Society B. um artigo em que descrevem as propriedades de um pequeno búzio bioluminescente.

Trata-se de um gastrópode designado por Hinea brasiliana, que possuiu uma concha especial que amplifica a luz que o seu corpo emite.

Aparentemente, quando em perigo o animal, retrai-se para o interior da concha e a luz que emite, ao invés de desaparecer”, torna-se mais forte iluminando toda a concha. “A concha amplifica a luz fazendo a sua fonte parecer maior”, explica Dimitri Deheyn, que liderou o estudo.

Para além de assustar o predador, os investigadores sugerem que este comportamento pode ser um exemplo de uma estratégia anti-predatória conhecida em Biologia como “o alarme do ladrão”.

Esta tática passa por colocar em evidência o animal predador,  tornando-o presa fácil, desencorajando o seu próprio comportamento predatório, o que garante a segurança da sua presa.

Fonte: Naturlink

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo