TRISTEZA            

Cachorrinha adota ursinhos de pelúcia após perder filhotes

           
cachorra-marrom
Foto: Divulgação/ONG Viva Bicho

A cachorrinha Samanta foi resgatada grávida por uma organização não-governamental em Praia Grande, litoral de São Paulo. Quando foi examinada, percebeu-se que seis dos oito filhotes que ela carregava já estavam sem batimentos cardíacos.

Ela foi encontrada em dezembro de 2021. Na ONG Viva Bicho, Samanta foi submetida a uma ultrassom e após perceberem o risco que os outros dois filhotes corriam, ela foi encaminhada a uma cirurgia de emergência.

“O útero dela estava completamente podre. Teve uma infecção forte, generalizada, e não possuía leite. Por isso, tivemos que amamentar os filhotes e retirá-los dela para serem cuidados”, conta Leila Abreu, assessora de comunicação da ONG.

A infecção de Samanta foi tratada e castrada, mas, uma semana após o parto os dois filhotes não resistiram. Comovidos, os voluntários deram brinquedos para que ela se distraísse.

Foto: Reprodução

“Resolvemos dar uns brinquedos, só que ela começou a pegar todos os brinquedos e levar para dentro da baia. Quando fomos olhar, ela estava abraçada com eles, lambendo, e começou a rosnar quando nos aproximamos, como se fossem filhotes dela”, diz Leila.

Os voluntários perceberam uma relação de posse de Samanta com os brinquedos e acharam saudável retirá-los dela. “A gente não sabe como é o temperamento dela, ainda estamos conhecendo. Ela parece ser uma cachorrinha possessiva com as coisas dela, então, não seria muito bom, em um caso de adoção, enchê-la de brinquedos, por exemplo”, afirma ela.

Samanta está sendo acompanhada pela equipe. Segundo a ONG, ela poderá ficar disponível para a adoção ainda em janeiro de 2022.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo