COVARDIA            

Cãozinho tem rosto desfigurado após ser atacado com foice

           
Foto: Divulgação | PMA

Um cão foi covardemente atacado por um homem em Ipueiras, no interior do Tocantins. Um vizinho dos tutores é suspeito de ter cometido o crime violento. Segundo testemunhas, o homem usou uma foice para golpear o animal no rosto. O cachorro não resistiu, a Polícia Militar investiga a ocorrência.

A família do animal relata que o vizinho vinha reclamando que o cãozinho, que era filhote, adentrava sua casa. Eles acreditam que o homem estava vigiando para saber em que momento o cachorro, que tinha livre acesso à rua, passaria pela calçada.

Os tutores contam que o cão saiu de casa por volta das 16h30 e voltou em menos de cinco minutos com o rosto dilacerado e sem o focinho, ganindo de dor.

Em um registro feito no momento do ataque, é possível ver o filhote com olhar muito triste e envolto em seu próprio sangue. No ataque covarde, o vizinho, que não teve o nome revelado, arrancou um pedaço da face do animal deixando expostos sua língua e dentes.

Os responsáveis pelo animal optaram pela morte induzida do cachorro, que segundo eles “estava sofrendo muito”. Uma prima da tutora relata o fato. “Com as condições que ele estava, não deu tempo de ir no veterinário. Não tinha como ir. Ele estava sofrendo demais. Teve que matar o animal”, diz.

Entidades em defesa dos direitos animais do Tocantins foram às redes sociais clamar por justiça para o cãozinho.

A Polícia Militar (PM) não foi notificada da ocorrência, porém o 5º Batalhão da PM Ambiental está realizando buscas para tentar localizar o suspeito, que ainda não foi encontrado.

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado afirmou que o caso está sendo investigado pelo 75ª Distrito Policial. O delegado Antônio Oliveira, responsável pela ocorrência, declarou que “todos os esforços estão sendo realizados para a total e completa elucidação do fato criminoso”. O delito foi classificado pela Polícia Civil como agressão violenta.

O crime de maus-tratos contra animais é penalizado, conforme lei federal, com detenção de até cinco anos e pagamento de multa, que pode chegar a R$40.000.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo