COMOÇÃO            

Morre búfala ‘Carequinha’, símbolo do resgate de animais em fazenda de Brotas

           
Foto: Fabio Rodrigues | G1

A búfala ‘Carequinha’, que era o xodó das equipes de salvamento e símbolo dos resgates na Fazenda Água Sumida em Brotas, São Paulo, sofreu uma parada cardíaca nessa sexta-feira (3) e não resistiu.

Batizada com esse nome por conta da ausência de pelos pelo corpo, a búfala que já foi só um número para a indústria do leite, representava a resiliência dos animais que sobreviveram as terríveis condições impostas pelo pecuarista Luiz Augusto Pinheiro.

A Promotoria de Justiça de Brotas instaurou um inquérito civil na quinta-feira (2) para apurar a situação das búfalas encontradas em situação de extrema desnutrição e maus-tratos na Fazenda São Luiz da Água Sumida, no início de novembro.

Foto: Fabio Rodrigues | G1

O recurso cita não apenas a situação de abandono em que os animais foram encontrados e a morte de dezenas deles, mas também os danos ambientais provocados à vegetação e ao curso hídrico da propriedade.

Desde do resgate, no dia 6 de novembro, Carequinha era considerada a búfala que estava com a saúde mais fragilizada. Ela chegou a engordar 80 quilos, mas se mantinha abaixo do peso ideal. A búfala recebia, além de água e alimentos, tratamentos com de soro e aplicação de pomada nos ferimentos da pele.

Tributo

Na página oficial das búfalas de Brotas no Instagram (@bufalas_de_brotas) os ativistas elegeram o animal como “símbolo de luta, resistência e de amor”. Veterinários, protetores e agentes da causa animal manifestaram seus sentimentos pela Carequinha: “Nunca esqueceremos dos seus pedidos de carinho, dos momentos que você chamava pela Mamy no fim do dia, dos beijos de gratidão que você nos dava. Do seu olhar para o pôr do sol. Hoje você é o pôr do sol. Você se põe nesse plano e renasce em um pasto verde, sem dor, sem sofrimento. Você recebeu muito amor até seu último suspiro. E aqui, honraremos sua vida para que nenhum animal passe pelo que você passou. Nós te amamos e jamais esqueceremos de você, Carequinha”, escreveram.

Foto: Reprodução | Instagram

O médico veterinário responsável pelo hospital de campanha que cuida das búfalas, Maurice Vidal, também lamentou a morte de Carequinha pelas redes sociais. “Obrigado por ter dado o privilégio de lutar e amar lado a lado com você. Sempre lembrarei do seu olhar para mim, você foi e sempre será minha Carequinha.”

Daniel Oliveira, voluntário do Grupo de Resgate de Animais em Desastres (Grad) e médico veterinário, lamentou a perda. “Linda Carequinha, foi um grande privilégio cuidar de você uns dias, entre sondagens para hidratação, medicamentos e levantadas diversas. Sempre tive muito carinho por você, assim como meu nobre colega Maurice, descanse em paz Carequinha”, publicou ele no Instagram.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo