INDONÉSIA            

Cães que seriam mortos para consumo são encontrados em traseira de caminhão

           
Foto: Reprodução | Daily Mail | Humane Society Internacional

Mais de 50 cães que estavam a caminho de um matadouro clandestino em Sukoharjo, na ilha indonésia de Java, foram encontrados amarrados dentro de sacos na traseira de um caminhão por uma equipe da polícia e ativistas em defesa dos direitos animais. Os animais estavam apavorados e tremiam de medo. Estima-se que os cães estavam há mais de 10 horas naquela situação.

Muitos dos animais estavam usando coleiras, o que significa que tinham lares e foram sequestrados por traficantes. Os cães foram salvos graças a denuncias que informavam que um matadouro ilegal estava assassinando cerca de 30 cães diariamente e que um caminhão levava animais até o local diariamente. O motorista foi preso em flagrante.

Foto: Reprodução | Daily Mail | Humane Society Internacional

Ativistas da Dog Meat Free Indonesia afirmam que os cachorros estavam muito magros, desidratados e a maioria deles eram filhotes com menos de um ano de idade. Um dos animais foi encontrado morto em razão da longa viagem, marcada pelo desconforto, alta temperatura e insalubridade. O motorista confessou que fazia parte desse comércio há 20 anos.

Lola Webber, porta-voz da Humane Society Internacional, lembra que os gritos dos animais eram aterradores. “Meu coração estava batendo forte no meu peito quando nos aproximamos do caminhão, porque eu podia ouvir os choramingos lamentáveis ​​dos cães e então os vi todos amarrados em sacos, seus focinhos macios apertados com arame”, lamentou.

E completou: “Eles terão suportado a jornada mais horrível e aterrorizante, jogados na parte de trás de um caminhão para serem levados a este matadouro nojento e imundo, onde teriam levado uma pancada na cabeça e suas gargantas cortadas. Pensar no medo que eles devem ter suportado é simplesmente devastador. Eles ficaram extremamente traumatizados e assustados.”

A polícia de Java está realizando ações conjuntas com ativistas em defesa dos direitos animais para coibir o comércio de carne de cachorro. Na Indonésia, não existe uma proibição nacional da morte de cães para consumo, mas a prática é criticada internacionalmente e trouxe uma imagem negativa para o país, o que alimenta o contrabando.

Foto: Reprodução | Daily Mail | Humane Society Internacional

Tarjono Sapto Nugroho, Chefe de Investigação Criminal da polícia de Sukoharjo, espera que a sociedade se conscientize. “Os cães são amigos, não comida, e o comércio já é ilegal e estritamente proibido pela lei islâmica. O consumo de carne de cachorro é considerado cultura por alguns, mas as culturas evoluem e nós também devemos”, finalizou.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo