TENDÊNCIA SUSTENTÁVEL            

Ator Ashton Kutcher investe no mercado da carne cultivada

           
Portal Ofuxico

O ator Ashton Kutcher, por meio da Sound Ventures, é um dos novos investidores da MeaTech, startup israelense que está desenvolvendo carne cultivada. “Estamos entusiasmados com as tecnologias inovadoras da MeaTech, que podem torná-la uma líder na produção em escala industrial de carne cultivada e uma solução para a produção de carne mais sustentável”, declarou Kutcher por meio da Sound Ventures, através do portal Vegazeta.

Conforme o coletivo de investidores, o objetivo é fornecer recursos que permitam que iniciativas promissoras se desenvolvam em vários campos da sustentabilidade. “Acreditamos que esse compromisso ajudará a acelerar nossa jornada para nos tornarmos líderes globais na indústria de carne cultivada”, disse em um comunicado a CEO da MeatTech, Sharon Fima, através do portal Vegazeta.

Além disso, em setembro, a MeaTech anunciou que sua subsidiária, a Peace of Meat, produziu meio quilo de biomassa de gordura de frango, produto que, segundo a startup, será utilizado como ingrediente na indústria de proteínas alternativas e deve atingir a paridade de preços com a versão convencional.

“A nossa atual capacidade de produção é um passo bem-sucedido convergente à nossa estratégia de desenvolver uma planta piloto para a produção industrial de gordura cultivada em 2022”, explica Sharon.

A startup justifica, em seu site, porque está apostando na carne cultivada: “O consumo global de proteína, especialmente de carnes e derivados, continua a aumentar. A crescente demanda da indústria alimentícia por gado gera enormes problemas ambientais, de saúde, financeiros e éticos.”

E acrescenta: “A MeaTech 3D está desenvolvendo uma alternativa para a agricultura industrializada, contornando as questões éticas e ambientais que cercam a pecuária convencional, desenvolvendo um processo de produção de carne cultivada industrial com tecnologia de impressão 3D integrada.”

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo