NOVA YORK            

Abrigos sofrem com a superlotação e abandonos de animais

“Eles têm mais chance de serem adotados no nordeste”, disse uma representante dos Centros de Cuidado Animal            

Abrigos de Nova York estão sofrendo com superlotação e falta de recursos. A principal causa é o intenso fluxo de resgates realizados no sul do estado e a transferência desses animais para a cidade. Os animais que são encaminhados para os abrigos sofrem com transporte inadequados. Denúncias apontam que eles são amontoados em vans e ficam horas na estrada até chegarem aos seus destino, o que configura maus-tratos.

Causa e consequência

Esse cenário, infelizmente, não é uma surpresa. Segundo especialistas, o clima e a falta de leis de castração no sul do estado intensificam essa superpopulação. Os abrigos da capital terminam por acolher esse excedente do interior. Mesmo muitos animais ganhando bons lares posteriormente, isso não reduz a superlotação desses lugares. É o que diz a ASPCA e outros grupos em entrevista ao New York Post.

Os animais são transportados em vans lotadas com capacidade máxima de 15 passageiros | ©J.C.Rice

Ocorrências

No último sábado de agosto, pela manhã, o NYPost observou dúzias de cães descarregados no terminal marítimo de South Street. A embarcação viera da Geórgia a serviço do Waldo’s Rescue Pen.

Na mesma manhã, uma operação parecida aconteceu no Madison Square Park: cães foram trazidos também numa van. A empresa responsável era a Hearts & Bones Rescue, que não deu retorno às mensagens enviadas pelo NYPost.

O Badass Animal Rescue, no Brooklyn, oferece “doces, amáveis e adotáveis cachorros salvos da morte no sul”. O abrigo também não se pronunciou ao jornal nova-iorquino.

Números

Ano passado, de acordo com o Shelter Animals Count, foram transferidos 3.274 cães para a cidade de Nova York. Isso ultrapassa os 2.304 animais abandonados pela cidade, e fica pouco abaixo dos 3.297 recolhidos nos cinco distritos do estado.

Tutores nova-iorquinos devem tirar a licença de seus animais domésticos através do Departamento de Saúde, que não requer lugar de origem. Advogados locais dizem que o influxo de cachorros de fora da cidade prova que eles precisam ainda mais de amparo.

Dados não-oficiais relatam milhares de cães acolhidos em abrigos de New York City | ©J.C.Rice

O que diz o legislativo

“Infelizmente, enquanto pet shops são inspecionadas e regulamentadas, abrigos não o são. Não há leis para suas atividades, a não ser para que sejam registrados,” declarou a agência estadual de NY em um e-mail recente para uma mídia local. “Por ora, não existem leis de reforço estadual contra resgates.”

A representante Jola Szubielski confirmou que a agência não tem “autoridade para inspeção” de resgates “como tem com cuidadores”.

Declarações

A executiva dos serviços de abrigo ASPCA explicou: “Mendicância animal é um problema complexo que requer soluções multi-efetivas. Dentre os desafios, em algumas áreas, há animais em risco de morte por sobrecarga, já em outras, por necessitarem de maior suporte médico e interventivo afim de acharem os lares certos.”

Uma nova leva de cães chega à cidade todo fim de semana | ©J.C.Rice

Uma representante dos Centros de Cuidado Animal (ACC), Katy Hansen, disse ao NYPost que “existem muitos vindo do sul por que no nordeste eles têm uma chance muito maior de adoção. Além dos veteranos que já precisam de casas aqui em Nova York”, concluiu.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo