INOVAÇÃO            

Engenheira desenvolve drones que semeiam 100 mil árvores num dia

Dispositivos aéreos permitem plantar 10 vezes mais rápido que antes            
Foto: Reprodução | Ecosummit

A PhD em engenharia biomédica pela Universidade de Oxford, doutora Susan Graham, quer plantar um milhão de árvores por ano na Austrália. O objetivo é contribuir para neutralizar os efeitos do desmatamento causado pela ação humana.

Desbravando fronteiras

Os drones criados por Susan possuem capacidade real de semear áreas de plantação inteiras. Isso inclui zonas fora do alcance da mão-de-obra humana e regiões de terreno bruto. Além de tudo isso, os mesmos podem detectar dados do solo escaneado para avaliação.

O sistema está muito bem respaldado por tecnologia recente e agrária de ponta. Agora o trabalho de semeadura pode ser realizado dez vezes mais rápido que antes, segundo consta no portal Viralistas.

Os drones conseguem inclusive escanear as dimensões de um terreno | ©Dendra Systems

“Falar sobre o que acontece com as matas e não fazer nada a respeito é uma irresponsabilidade social”, falou a dona do projeto.

Procedimento

Sob comando, os dispositivos aéreos lançam uma semente por segundo no local programado. Depois disso, fazem um levantamento cartográfico e produzem um modelo 3D do terreno.

Quando analisados, os dados obtidos através de um algoritmo criado por Graham e sua equipe apoiam a decisão de onde plantar. Mesmo práticas do tipo não sendo novidade na Austrália.

“Simplesmente lute e conquiste” é o recado de Susan para mulheres na tecnologia | ©Dendra Systems

“Imagine como a natureza poderia reflorestar áreas inteiras sozinha; imagine pássaros vindo e jogando sementes em terras degradadas”, disse Susan. “O que estamos fazendo é apenas acelerar isso, colocando as sementes no lugar exato, na hora exata utilizando os drones”.

Consciência

A engenheira conhece muito bem a importância do reflorestamento na Oceania, vital no combate ao desequilíbrio do efeito estufa. Nessa luta, se torna mais urgente reinventar as formas de cultivo com precisão e eficácia.

A plantação de árvores desperta pessoas para um aprendizado, e se torna decisivo para que então a sociedade capitalista assimile sustentabilidade.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo