FINAL FELIZ            

Gato infestado por larvas se recupera e encontra um lar após lutar para viver

Com bicheira na região ocular, Max correu o risco de perder um dos olhos. Mas surpreendentemente, não ficou cego e está prestes a ser levado para sua nova casa            
Foto: Reprodução/ONG Viva Bicho

Um gato resgatado em condições críticas apresentou uma recuperação surpreendente em Guarujá, no litoral de São Paulo. A história de Max, encontrado com larvas comendo parte de seu rosto, comoveu centenas de pessoas – uma delas decidiu, inclusive, adotá-lo.

Resgatado pela ONG Viva Bicho, de Santos, Max viveu momentos de extremo sofrimento nas ruas. Atualmente, ele segue em tratamento para que possa se recuperar totalmente antes de ser levado para o novo lar.

Após o resgate, o gato foi diagnosticado com bicheira. Trata-se de uma infecção de pele causada pela presença de larvas de mosca varejeira. Essas larvas comem a pele e a carne do animal infectado, condenando-o a muita dor. No caso de Max, a bicheira estava na região ocular e, por isso, os veterinários acreditavam que não seria possível salvar um dos olhos do gato.

Max, no entanto, surpreendeu a equipe médica e sua recuperação foi tão espetacular que o olho pôde ser salvo. Após centenas de larvas serem retiradas da região, o gato foi tratado com anti-inflamatórios e antibióticos. “Nós achávamos que o olho dele não tinha salvação”, diz ao G1 a assessora de comunicação da ONG, Leila Abreu.

O gato foi resgatado pela ONG em agosto após um morador de Guarujá encontrá-lo em situação deplorável e pedir ajuda para instituição que conta com doações para realizar seu trabalho. Esta semana, a entidade revelou que o olho de Max “está na reta final para ficar 100% bom”.

Ao falar sobre o temperamento de Max, Leila relatou que o gato “é e continua bem reservado”, além de não gostar muito de contato. Nada disso, no entanto, impediu que uma pessoa se apaixonasse por ele. “Mesmo assim uma pessoa decidiu adotá-lo”, afirmou.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo