CAMPO GRANDE (MS)            

Cinco cães são deixados à própria sorte em imóvel vazio há dois meses

           
Foto: Ilustração | Pixabay

Cinco cães foram resgatados em situação de maus-tratos em um imóvel no Jardim Tijuca, em Campo Limpo (MS), após ficarem abandonados por dois meses. 

Segundo o relato da denúncia e informações concedidas pelos moradores da região ao portal R7, há dois meses o proprietário do imóvel adoeceu gravemente e se mudou para casa de familiares. Uma das filhas do homem foi até a casa e deixou o portão de elevação aberto, com o intuito dos cachorros irem embora, porém eles permaneceram na casa sem receber nenhum cuidado. 

Durante o período de abandono, os vizinhos se sensibilizaram com a situação e para que os animais não passasse fome e sede, eles levaram comida e água. Quando os policiais chegaram até o local, encontraram cinco potes de ração vazios. O quintal e a varanda estava sujos, com várias fezes e vestígios de urinas e os cães apresentam ectoparasitas, que é como são chamados os parasitas achados na superfície do corpo do animal, como pulgas e carrapatos em grande quantidade. 

A equipe pericial do Instituto de Criminalística e a equipe de resgate do CCZ foram até a casa e resgataram os cães. A mulher responsável pelos animais foi indiciada e está sendo investigada pelo crime de maus-tratos na Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (DECAT).

Maus-tratos aos animais é crime

Segundo crimes contra a fauna, no Art. 32- Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos é crime, pena: detenção de três meses a um ano, mais o valor de multa. 

As denúncias podem ser feitas pela Central de Atendimento da prefeitura de cada região. 

 

 

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo