RISCO DE MORTE            

Ativistas fazem apelo para salvar cadelinha com leishmaniose

           
Foto: Reprodução | Facebook

A cadelinha da imagem foi resgatada por ativistas que ajudavam no combate a incêndios na região da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. Ela recebeu avaliação veterinária e foi diagnosticada com leishmaniose e precisará de um medicamento chamado Milteforan, que custa aproximadamente R$1.000, para sobreviver.

Foto: Reprodução | Facebook

Sem esse tratamento, infelizmente, ela corre risco iminente de morte. Os ativistas estão fazendo um apelo a pessoas de todo o país por doações que ajudem a custear o remédio. Contribuições podem ser feitas através do PIX 11 987372224 (Artur Bogaz).

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo