TALIBÃ            

ONGs lutam para retirar cães e gatos resgatados das ruas do Afeganistão

           
Foto: Reprodução/Facebook

Duas organizações em defesa dos direitos animais de Cabul, no Afeganistão, estão correndo contra o tempo para salvar centenas de cães e gatos mantidos em abrigos até o dia 31 de agosto, data estipulada pelo Talibã para a saída das tropas militares de outros países que formaram uma força militar que garantiu a organização do Afeganistão nos últimos 20 anos.

A ONG Kabul Small Animal Rescue está realizando uma campanha para arrecadar cerca de US$ 1,5 milhão para transportar a equipe do abrigo e 200 cães e gatos de Cabul para os Estados Unidos. A diretora da organização, Charlotte Maxwell-Jones, teme que os animais sejam condenados à morte se não forem retirados até a data limite.

Além da arrecadação do dinheiro de forma emergencial, ainda será necessário comprar caixas de transporte adequadas e emitir guias e documentações para que todos consigam sair do país. Até agora, a Kabul Small Animal Rescue já arrecadou US$ 700 mil (R$ 3,7 milhões, na cotação atual), mas ainda precisa de muito mais para deixar o Afeganistão.

O abrigo Nowzad, liderado pelo ex-soldado do exército britânico Paul Farthing, também está em busca de apoio. Até agora, ele só conseguiu liberação para retirar a equipe, mas teria que deixar os animais para trás, o que ele recusa veementemente. O ativista está arrecando dinheiro para fretar um voo particular para a realocação dos animais.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo