EXEMPLO            

Homem em situação de rua vende limões para alimentar gatos sem lar

           
Foto: Facebook | Cat Lover Loong Dum

O ato de compaixão de um homem em situação de rua chamado Loong Dum viralizou em todo o mundo. Ele vende limões para alimentar gatinhos que não tem lar nas ruas da Tailândia. O caso chamou a atenção da jovem Warunya Wattanasupachoke, que tirou fotos e divulgou a história inspiradora em suas redes sociais. O homem anda pelas ruas com uma placa que diz: “São 20 baht (R$ 3,12) por saco, os lucros vão pagar as despesas de comida para gatos abandonados”.

Foto: Facebook | Cat Lover Loong Dum

Dum contou a Warunya que o amor que sente por gatos é antigo. Desde que ele se tornou um morador em situação de rua, ele buscou formas de ajudar os animais que, assim como ele, não têm um lar. “Não devemos julgar alguém com base em sua aparência”, contou a Warunya. “Pegue Loong Dum, por exemplo. Embora ele seja um sem-teto e de aparência rude, ele tem um grande coração”, complementa.

Foto: Facebook | Cat Lover Loong Dum

A prioridade do homem é alimentar os gatinhos. “Não há problemas em pular refeições, mas o gato precisa comer”, afirma Dum. As postagens de Warunya alcançaram muitas pessoas e várias pessoas demonstraram interesse em ajudar Dum e os gatinhos. Os clientes do homem dobraram e muitos doaram ração e alimentos para gato. Dum também ganhou roupas, um corte de cabelo e um tratamento de beleza.

Foto: Facebook | Cat Lover Loong Dum

A história de Loong inspira compaixão e amor, além de demonstrar o quanto é necessário ajudar animais carentes.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo