DEVASTAÇÃO            

Pantanal registra primeiro incêndio de grandes proporções do ano em MT

Até o momento, pelo menos 1,5 mil hectares foram destruídos pelo fogo            
Foto: Ipam

O primeiro incêndio de grandes proporções do ano foi registrado esta semana no Pantanal de Mato Grosso. Na última segunda-feira (9), mais de 3 mil litros de água foram lançados nos pontos de queimada por meio da aeronave Air Tractor, disponibilizada pela Defesa Civil do estado. Nesta quarta-feira (11), outra aeronave chegou à região de Poconé, com capacidade de transportar 1,8 mil litros de água.

As autoridades lutam contra as chamas desde o último final de semana. Para abastecer os aviões que dão apoio às ações, um caminhão-pipa capta água do Rio Pixaim e transporta até uma pista de pouso em um ponto de apoio montado dentro de uma fazenda no quilômetro 54 da Transpantaneira. O trabalho de abastecimento leva cerca de 20 minutos.

No ano passado, a maior queimada da história destruiu 4 milhões de hectares do bioma, o que corresponde a 26% do Pantanal. Cerca de 4,6 bilhões de animais foram prejudicados pelos incêndios e ao menos 10 milhões morreram. “No ano passado essa cena foi mais comum. O pantanal é o bioma que mais queimou nos últimos 36 anos. Já queimou 57% da sua área em pouco mais de três décadas, o que coloca o bioma em risco”, afirmou ao G1 a diretora de Ciência do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), Ane Alencar.

Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

Combater os incêndios, segundo ela, fica cada vez mais difícil por conta das mudanças climáticas. A baixa umidade do ar e os ventos fortes colaboram para o avanço do fogo, que queima facilmente por conta da vegetação seca. Até o momento, pelo menos 1,5 mil hectares foram queimados.

A queimada começou após um trator usado por um fazendeiro pegar fogo. As chamas avançaram rapidamente e destruíram a vegetação da fazenda. As condições climáticas favoreceram o incêndio, que se alastrou e atingiu outras propriedades rurais, saindo do controle dos bombeiros.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo