DISTRITO FEDERAL            

Gata passa um mês rasgando sacos de ração e dormindo em camas em mercado

Ariella, como passou a ser chamada, foi resgatada e levada para o abrigo de uma ONG            
Foto: Clube do Gato/Divulgação

Por um mês, uma gata de aproximadamente oito meses comeu à vontade em um supermercado do Setor de Industria e Abastecimento (SIA), no Distrito Federal. Ariella, como passou a ser chamada, rasgava sacos de ração, furava caixas de leite e dormia em camas para animais à venda no estabelecimento.

Recentemente, Ariella foi resgatada por uma ONG de proteção animal a pedido do supermercado. Segundo a coordenadora da instituição, Cecília Prado, o estabelecimento era um “paraíso felino”.

“A gatinha estava saqueando o hipermercado. Ela estava rasgando os saquinhos de leite, abrindo sacos de ração, escalando as prateleiras e dormindo nas caminhas pet reservadas para venda”, disse ao G1. O resgate foi realizado em um horário em que o supermercado estava fechado.

“Quando a gente a viu pela primeira vez, logo sabíamos que não era uma gata arisca. Ela estava somente assustada, mas dava uns miados bem característicos de quem estava querendo fazer amizade”, contou Cecília.

Levada para o abrigo da entidade, a gata foi submetida a exames e, em seguida, à castração. Depois de ter sido confirmado que ela não está grávida, a ONG Clube do Gato passou a buscar uma família para o animal.

“Ficamos na suspeita de que ela pudesse estar prenha. Então, esperamos um tempo, para ter certeza. Mas na verdade, ela só estava comendo muito bem no mercado”, disse Cecília. “Agora ela não vai mais saquear o supermercado, mas está pronta para roubar o coração de um ótimo adotante”, completou.

Interessados em dar um novo lar para Ariella devem entrar em contato com a entidade através do site do Clube do Gato.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo