CRIME            

Moradores vão às ruas para denunciar envenenamento de cães no Rio de Janeiro

Cachorros que vivem no bairro do Grajaú, na Zona Norte do Rio de Janeiro, foram assassinados e os crimes revoltaram os moradores da região            
Foto: Divulgação

Envenenamentos em massa tiraram a vida de cachorros que viviam no bairro do Grajaú, na Zona Norte do Rio de Janeiro, e revoltaram a comunidade local, que decidiu se unir para ir às ruas e lutar por justiça.

No último domingo (8), os manifestantes se reuniram na praça Edmundo Rêgo, ponto de encontro para o início de uma “Cãominhada”. Esses eventos, que costumam ter como foco o lazer, desta vez foram utilizados como ferramenta de denúncia.

Munidos de cartazes, dezenas de moradores do bairro caminharam pelas ruas exigindo que os crimes sejam elucidados e o responsável pela matança seja punido. O caso foi denunciado às autoridades e um inquérito foi instaurado pela Polícia Civil.

Acompanhados de seus cães, os manifestantes caminharam pela região acompanhados por funcionários públicos da Secretaria de Defesa dos Animais do Rio de Janeiro e por agentes da Guarda Civil Municipal (CGM).

Durante o evento pacífico, os moradores relataram que há criminosos jogando veneno nos canteiros e nos postes da praça, colocando em risco a vida dos cachorros e gatos que circulam pelo local, onde, inclusive, já foi encontrada comida envenenada.

Para tentar identificar os responsáveis pelas mortes, policiais à paisana passaram a vigiar a praça numa tentativa de flagrar os criminosos em ação. Envenenar animais é crime previsto na Lei de Crimes Ambientais. No caso de cães assassinados, a pena imposta ao autor do crime pode chegar a cinco anos de prisão.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo