GRATUITO            

Frente de Ações pela Libertação Animal disponibiliza audiobook sobre direitos animais

           
Foto: Reprodução | Instagram @fala_libertacaoanimal

A Frente de Ações pela Libertação Animal (FALA), após um ano, estreia no canal do youtube mais um audiobook sobre direitos animais. É o Manual de sobrevivência para veganos e vegetarianos, de Robson Fernando de Souza, autor do blog Veganagente.

O livro mostra como lidar com os diferentes percalços que as pessoas vegetarianas e veganas costumam enfrentar, tratando de assuntos como o preconceito em meio ao convívio social. A obra, originalmente publicada em 2019, é o terceiro dos livros de Robson Fernando, e reúne 100 textos distribuídos em sete capítulos.

Na ação do Grupo de Trabalho (GT) de Estudos e Pesquisas da FALA, os voluntários da organização adaptam livros com a temática de direitos animais para o formato de audiobook, como uma maneira de tornar o conteúdo mais acessível. Essa adaptação é autorizada pelo autor ou autora e disponibilizada de forma gratuita para o público, no canal do Youtube da FALA. A gravação do audiobook contou com a participação de voluntários e voluntárias do DF, do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul.

De acordo com Bruno Pinheiro, porta-voz da FALA e membro do GT, a ideia de gravar audiobooks surgiu em um dos encontros do grupo, em maio do ano passado, quando os membros discutiam o livro Por que amamos cachorros, comemos porcos e vestimos vacas, da psicóloga social Melanie Joy. Os voluntários e voluntárias do GT resolveram adaptar o livro para o formato de audiobook como uma maneira de fazer a temática dos direitos animais alcançar mais pessoas.

“Todas as pessoas que, por algum motivo, não conseguiriam ler o livro, agora poderão ouvi-lo e se conscientizar ainda mais sobre o máximo respeito pelos animais, o veganismo”, declarou Bruno na ocasião.

Sobre a FALA

A Frente de Ações pela Libertação Animal (FALA), sediada em Brasília, atua desde 2012 na defesa dos direitos animais, em diversas frentes, como a proteção animal, as articulações com os três poderes, a ação direta não violenta (promoção de manifestações pacíficas), a promoção de palestras, a organização de grupos de estudo, a parceria com estabelecimentos comerciais (descontos para pessoas voluntárias, inclusão de opções veganas e “veganização” dos estabelecimentos), ações artísticas (música, teatro, dança, etc pela libertação animal) e a organização de ações solidárias (ceia vegana e sopões veganos, por exemplo), dentre outras atividades.

Acompanhe a FALA no Facebook e Instagram.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo