PRESERVAÇÃO            

Construção de passagens de fauna é iniciada em rodovias em Campinas (SP)

As passagens de fauna, que estão sendo construídas sobre as rodovias, têm como objetivo reduzir o número de animais silvestres atropelados nas pistas            
Passagens de fauna inibem atropelamentos de animais (Foto: Reprodução/Redes Sociais/Imagem Ilustrativa)

A Prefeitura de Campinas, no interior do estado de São Paulo, iniciou a construção de três passagens de fauna sobre rodovias para coibir atropelamentos de animais silvestres. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS) e o ICLEI Governos Locais pela Sustentabilidade, considerada a principal associação mundial de governos locais com enfoque no desenvolvimento sustentável.

Uma das pontes pelas quais os animais conseguirão transitar livremente sem risco de atropelamento está sendo construída na Estrada da Rhodia, no distrito de Barão Geraldo. Outras duas estão sendo instaladas em uma estrada que liga o distrito de Sousas ao de Joaquim Egídio e ficará situada na Área de Proteção Ambiental (APA) Campinas.

De acordo com a SVDS, as passagens de fauna utilizadas neste projeto são formadas por uma estrutura metálica treliçada com um vão de 15 metros de largura e 5,5 metros de altura. Nessa estrutura, será colocado um assoalho de madeira para proteger os animais, impedindo que eles tenham contato com o metal, que, em dias quentes, pode atingir temperaturas suficientes para queimá-los. Pensando em espécies como os macacos, também será colocada, nas duas extremidades da ponte, cordas que ligam as passagens à copa das árvores.

A administração municipal informou ainda que está prevista a implantação de uma câmera fotográfica sobre as pontes. O equipamento, que será acionado pelo movimento dos animais, terá como objetivo monitorar a região e verificar se as pontes estão sendo utilizadas pela fauna local. Sinalizações de proteção, em cumprimento aos requisitos exigidos para as rodovias, também serão colocadas.

Passagem aérea de fauna construída pela Concessionária Tamoios no km 70,4, no trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios (Foto: Reprodução/Concessionária Tamoios/Imagem Ilustrativa)

Coordenador de Apoio a Obras Públicas do departamento de Licenciamento Ambiental, Gabriel Dias Mangolini Neves explicou ao portal A Cidade ON que, neste caso, as passagens de fauna servem para ligar os dois lados das rodovias, “conectando as duas copas das árvores, dos dois lados. Por isso, elas têm o intuito de atender espécies que vivem nas árvores, por exemplo algumas espécies de macacos, ouriços, gambás”.

No entanto, embora seja benéfica, a implantação das três pontes não é suficiente para por fim aos atropelamentos de animais silvestres em Campinas. “Evidentemente, estas passagens de fauna feitas em parceria entre o ICLEI e a Prefeitura Municipal de Campinas não resolvem todo o problema, porque nas rodovias de toda a região, e nas que passam por Campinas, existem pontos de alto risco de atropelamento de fauna, com inexistência de passagens, sejam aéreas ou subterrâneas”, explicou Rogério Menezes, secretário do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Campinas.

Menezes pontuou ainda que espera que as concessionárias das estradas também atuem em prol da preservação ambiental para que as passagens de fauna sejam “só a largada de um processo maior de proteção dos animais, e prevenção para que os atropelamentos não aconteçam”.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo