CRIME            

Cachorro morre de frio e tutor é preso horas após ser liberto da cadeia

Além do animal que morreu, outro cachorro foi encontrado com vida na casa, também em situação de maus-tratos            
Cão sobrevivente foi resgatado pelo CCZ (Foto: DECAT/Reprodução)

Um cachorro sem raça definida morreu de frio nesta quinta-feira (29) após ser deixado ao relento no quintal de uma residência em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O crime resultou na prisão do tutor do animal, que havia sido libertado da cadeia há menos de 24 horas.

Outro cão que também vivia em condições de maus-tratos no imóvel foi resgatado com vida após ser encontrado acorrentado e encolhido de frio. Desnutridos, os animais suportaram as baixas temperaturas registradas em Campo Grande, que começou a quinta-feira com geada.

A morte do cachorro foi denunciada ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura Municipal, que, por sua vez, acionou a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista (Decat).

Assim que chegaram na residência e identificaram o tutor dos cachorros, de 27 anos, os policiais consultaram sua ficha criminal e descobriram que ele havia saído da cadeia na quarta-feira (28), horas antes de novamente cometer um crime.

De acordo com o investigador Rubens Vieira, ao ser questionado pelos policiais, o rapaz teria dito que estava sozinho em casa. No entanto, logo depois um outro homem, de 24 anos, foi avistado pelos agentes, tendo se apresentado como enteado do tutor dos cães. Ambos responderão pelo crime de maus-tratos a animais e por porte ilegal de arma de uso restrito, já que munições foram apreendidas na residência.

“O que chamou a atenção é que o rapaz de 27 anos tinha acabado de sair da cadeia. Ele ficou preso por 28 dias por tráfico de drogas e ainda estava com tornozeleira eletrônica. O rapaz que não estava preso ficou responsável por cuidar dos cães, porém, os dois responderão pelo crime”, contou Vieira ao G1.

O cachorro que foi encontrado com vida estava preso em um ambiente sem proteção contra às condições climáticas. Ele foi resgatado e levado ao abrigo do Centro de Controle de Zoonoses.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo