LIBERDADE            

Macaco é enviado para santuário após viver sete anos preso em caixa

           
Foto: Reprodução | WFFT

O indefeso macaquinho George viveu seus primeiros sete anos de vida vivendo em uma minúscula caixa de madeira em uma comunidade pobre em Bangkok, na Tailândia. O então guardião do animal o encontrou quando era apenas um filhote, mas os anos se passaram e ele percebeu que não seria capaz de oferecer condições saudáveis para o animal viver.

O próprio guardião de George passou a buscar ajuda sobre o que fazer com o macaquinho. O fundador da Wildlife Friends Foundation Thailand (WFFT), Edwin Wiek, ficou muito comovido com a história e foi pessoalmente realizar o resgate. George estava muito assustado e estressado, mas agora viverá em um grande e confortável santuário.

O novo lar do macaquinho tem muitos cursos de água doce, frutas deliciosas e frescas e um grande espaço para brincar, pular e interagir com outros animais. Finalmente, ele terá um lindo e inspirador recomeço. O guardião de George também ficou muito satisfeito com o final e recebeu orientações para não retirar animais da natureza.

Wiek fundou a WFFT em 2001 e tem feito a diferença na vida dos animais desde então. A organização resgata e reabilita elefantes e outros animais selvagens que foram maltratados por seres humanos. Além disso, eles trabalham para aumentar a conscientização e educar a sociedade sobre os problemas que a vida selvagem da Ásia enfrenta.

Para saber mais sobre WWFT, clique aqui.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo