FORÇA            

Atleta vegano vence ultramaratona Badwater no EUA

           

Com uma dieta livre de alimentos de origem animal, o maratonista vegano Harvey Lewis, de 45 anos, venceu na última quarta-feira (21) a 44ª edição da ultramaratona Badwater, nos EUA. 

Após percorrer uma distância de 217 km em 26 horas e cinco minutos, ultrapassando o ucraniano Igor Gotsuliak, que ocupa o segundo lugar com uma diferença de quase 30 minutos, de acordo com as informações do site VegNews.

Crédito VegNews – Atleta vegano vence ultramaratona Badwater no EUA

A ultramaratona que iniciou em Badwater Basin, no Vale da Morte. O local está a 85 metros abaixo do nível do mar e finaliza em Monte Whitney, ambos na Califórnia. Contudo, é considerado um dos percursos mais difíceis do mundo. Enfim, para concluir o trajeto é preciso atravessar três montanhas até o cume mais alto da Serra Nevada.

Harvey Lewis, vegetariano desde 1996, acredita que sua boa performance e recuperação na ultramaratona, deve-se a uma dieta livre de alimentos de origem animal. Além disso, o atleta fez a transição para o veganismo em 2016 

Créditos: Facebook Harvey Lewis – Ultra Runner

Segundo entrevista à VegNews, Lewis contou em setembro de 2019 que uma dieta rica em vegetais é fundamental para um bom desempenho no mundo dos esportes. “Minha saúde, energia e desempenho como corredor mudaram drasticamente.”

O ultramaratonista venceu o 24-Hour National Championship em 2019, em Cleveland, Ohio, pela terceira vez, depois de percorrer mais de 200 quilômetros. Além disso, Lewis já havia tido ótimo desempenho na competição em 2015 e 2017.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo