HABITATS DESTRUÍDOS

Tamanduá-mirim é resgatado em área de incêndio no Pantanal

           
Foto: Divulgação/PMA

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Jardim, que participa do Grupo de Resgate Técnico Animal Cerrado Pantanal (GRETAP-MS), criado no último dia 16 de abril, para resgate de animais vítimas dos incêndios, está trabalhando, juntamente com um biólogo e uma médica veterinária, do Instituto Homem Pantaneiro (IHP) em buscas por possíveis animais feridos, devido ao incêndio ocorrido na região do Banhado do Rio da Prata.

No dia 14, a equipe encontrou um animal silvestre da espécie Tamandua tetradactyla (tamanduá-mirim) em meio a área de vegetação incendiada. Segundo o R7, A PMA capturou o animal e o médico veterinário o examinou, atestando que o bicho não possuía ferimentos. A equipe então removeu o tamanduá e realizou sua soltura ontem mesmo em uma área de vegetação não afetada pelo incêndio.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo