DESPEDIDA

Joe Biden lamenta morte de seu cão mais velho: ‘Sentiremos sua falta sempre’

"Em nossos momentos mais alegres e em nossos dias mais tristes, ele estava lá conosco, sensível a todos os nossos sentimentos e emoções não ditos. Amamos nosso doce e bom menino e sentiremos sua falta sempre”, escreveu Biden            
Foto: Reprodução/Instagram

Champ, o cachorro mais velho do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, morreu aos 13 anos de idade. A morte foi anunciada através das redes sociais de Biden, que lamentou ter que se despedir de seu fiel companheiro.

“Nossa família perdeu nosso amado companheiro Champ hoje. Eu sentirei a falta dele”, escreveu o presidente, que mencionou ainda a lealdade de Champ, que sempre esteve ao lado da família em todos os momentos de felicidade e também durante as dificuldades.

“Em nossos momentos mais alegres e em nossos dias mais tristes, ele estava lá conosco, sensível a todos os nossos sentimentos e emoções não ditos. Amamos nosso doce e bom menino e sentiremos sua falta sempre”, relembrou Biden.

A causa da morte do cachorro não foi anunciada. Por meio de um comunicado, a família informou apenas que “Champ morreu pacificamente em casa” . “Nós vamos sentir falta dele para sempre. Ele foi nosso companheiro constante e querido durante os últimos 13 anos e era adorado por toda a família Biden”, completou.

Foto: Reprodução/Instagram

O nome do cachorro, inclusive, não foi decidido atoa. Uma escolha dos netos do presidente dos Estados Unidos, Champ é uma abreviação para a palavra “champion”, que significa “campeão” em português. O nome tem relação com uma frase dita pelo pai de Biden e relembrada por ele durante discursos de campanha para a eleição de Barack Obama em 2008. “Sempre que você cair, campeão, levanta-se”, dizia o pai.

Na ocasião dos discursos, Biden concorria ao cargo de vice-presidente dos Estados Unidos em uma chapa na qual Obama era o candidato à presidência. Após a vitória da dupla, Biden ganhou Champ de sua esposa Jill, que havia prometido trazer um animal para casa após as eleições.

A morte de Champ ocorre pouco mais de um mês depois de Bo, cachorro de Obama, também morrer.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo