TRAUMA

Cãozinho só dorme em pé por ter medo de ser abandonado

           
Reprodução | Arquivo Pessoal

Sabe aquele momento em que você chega em casa e é recebido pelo seu animalzinho doméstico com grande entusiasmo? Para nós, seres humanos, foi apenas algumas horas longe de casa, porém para nossos amigos peludos esse período distante pode significar um sofrimento imenso. A noção de tempo que temos é bem diferente daquela que os cães possuem e, para eles, essas poucas horas podem trazer uma grande ansiedade, ao lado de sentimentos de solidão e abandono.

Essa fobia de abandono chegou em nível extremo no pequeno Choco. Uma noite sua família precisou sair de casa e, para que o pequeno poodle ficasse mais à vontade, ele foi deixado sob os cuidados de uma tia humana. A duração da distância foi apenas um dia, apenas uma noite fora de casa. Esse dia, entretanto, se tornou uma cicatriz na memória de Choco.

O poodle, desde então, tem uma grande aversão pelo sono. Ele se recusa a dormir, seus músculos ficam tensos e o seu corpo não descansa. O trauma preocupa muito a família, pois Choco só consegue descansar quando já está quase desmaiando de cansaço. É uma batalha triste e exaustiva para que Choco seja capaz de superar esse medo. Seus pais humanos procuram lhe dar toda a assistência, se preocupando em devolver a Choco sua confiança para que ele possa dormir em paz, retornando a ter hábitos de sono saudáveis.

O caso de Choco é um ótimo exemplo para demonstrar o modo como nossos amigos peludos podem ser dependentes de seus tutores, assim como apresentar como situações de solidão e abandono podem ser doloridas e traumáticas.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo