RECEPÇÃO

Vaca é recebida de forma carinhosa e amorosa ao chegar em santuário

Foto: Reprodução | YouTube

A vaca Trudy foi encaminhada para o santuário Hof Butenland, em Butjadingen, na Alemanha, após a morte do seu tutor. Não há detalhes se a vaquinha era explorada pela indústria de laticínios ou se era tratada como um animal doméstico. Veterinários que avaliaram a saúde de Trudy acreditam que ela tem no mínimo 14 ou 15 anos, o que a classifica como um animal idoso.

Apesar da idade avançada, ela é muito ativa e curiosa. Quando chegou no santuário, ela saiu da van de transporte cheia de curiosidade e determinada a explorar todo o seu novo lar. Quando ela encontrou outras vacas imediatamente foi cumprimentá-las e foi recepcionada com muito amor e carinho. Todas pareciam muito felizes com a nova companheira.

Funcionários do Hof Butenland filmaram a interação de Trudy com as outras vaquinhas e divulgaram as imagens como prova da vida social complexa e inteligível das vacas. Elas são animais afetuosos e muito sociáveis. O santuário é um refúgio seguro para animais salvos da indústria pecuária. A equipe da Hof Butenland comemora toda vez que um novo animal é salvo da morte e chega ao santuário.

Melhores amigas

Um estudo feito por cientistas chilenos e norte-americanos aponta que vacas lambem uma à outra na cabeça e no pescoço para demonstrar afeto e ajudar a fortalecer relacionamentos e amizades. Os pesquisadores chegaram a essa conclusão após passar 30 dias observando um pequeno rebanho.

Eles chegaram a conclusão que ao lamber suas companheiras, as vacas estabelecem laços sociais mais amigáveis e afetuosos. Assim como os gatos, as vacam usam a língua para para asseio e higiene e ao lamber outros membros da espécies, estão demonstrando cuidados e carinho.

O estudo também alertou que as práticas de manejo pecuárias de separar rebanhos em grupos traz imenso sofrimento para as vacas e quebra a harmonia das relações sociais da espécie, causando estresse, depressão e afetam diretamente a autoestima e segurança dos animais.

O comportamento de lamber e limpar companheiros da mesma espécie já foi registrados em macacos, pássaros, grandes felinos e artrópodes com o mesmo objetivo de estabelecer e fortalecer laços sociais, além de cooperação, ajudando a limpar áreas difíceis de alcançar.

A pesquisa descobriu ainda que as vacas têm preferência por lamber vacas da mesma idade e com que já tiveram contatos antes, sugerindo que eles conseguem discriminar seus amigos de outros membros do rebanho. Vacas mais velhas tendem a cuidar de uma quantidade maior de outras vaquinhas.

Os resultados foram publicados na revista Frontiers in Veterinary Science .

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo