SEGUNDA CHANCE            

Gato idoso e cego é adotado após ser abandonado por seus antigos tutores

           
Foto: Bárbara Teixeira

Wilson, um gato cego com síndrome da imunodeficiência felina, foi abandonado por seus antigos tutores. O pequeno ficou nas ruas até que foi resgatado por uma ONG.

Os voluntários da organização descobriram que o gato tinha 11 anos e era portador da FIV. Além disso, os dentes do animal haviam caído e os poucos que restaram estavam quebrados.

Logo que chegou no abrigo localizado em Salto de Pirapora, no estado de São Paulo, ele recebeu todos os cuidados necessários para sua recuperação.

Depois de se recuperar, Wilson estava aguardando ser adotado por uma pessoa amorosa e dedicada, até que ela chegou. Bárbara Teixeire foi ao abrigo onde Wilson estava a procura de um gato, e quando ela o viu, se apaixonou.

Foto: Bárbara Teixeire

Ela decidiu que adotaria o gatinho, mas para tanto, foi necessária uma avaliação do perfil da moça e da casa dela, visto que Wilson é um gato com necessidades especiais. Bárbara teve que assinar um termo de responsabilidade, onde ela se tornava a responsável legal de Wilson, cuidando de sua saúde e vida.

Finalmente, Barbara conseguiu a guarda do gatinho e hoje ele vive feliz com mais dois irmãos!

Foto: Bárbara Teixeire

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo