CHIPRE            

Cientistas pedem a proibição da caça de flamingos com armas de chumbo

Ingestão de chumbo de espingarda do leito do Lago Salgado de Larnaca, é culpada pelo aumento nas mortes de flamingos em migração            
Foto: Ilustração | Pixabay

Conservacionistas de Chipre estão pedindo às autoridades que expandam a proibição de caça em toda a rede costeira de lagos salgados, em meio a preocupações de que a migração de flamingos possa engolir quantidades letais de chumbo.

Martin Hellicar, diretor da “Birdlife Cyprus”, disse que os flamingos correm o risco de ingerir as minúsculas bolinhas que estão no leito do lago enquanto se alimentam. Como outras aves, os flamingos engolem pequenas pedras para ajudar na digestão, mas não conseguem distinguir entre as pedras e as pelotas de chumbo.

“No ano passado, tivemos dezenas de perdas de flamingos”, disse Hellicar.

Chipre é uma parada importante no caminho de migração de muitos tipos de pássaros que voam da África para a Europa. O Lago Salgado de Larnaca, uma rede de pântanos de quatro lagos, normalmente acolhe cerca de 15.000 flamingos de climas mais frios. Eles ficam durante o inverno e partem em março. Outras aves aquáticas que frequentam o lago incluem patos, limícolas e gaivotas.

A caça é proibida em quase todo o lago salgado, mas os caçadores ainda podem atirar nos patos no extremo sul da rede.

O serviço de caça e fauna do governo disse que nos primeiros dois meses do ano passado, 96 flamingos foram encontrados mortos nos pântanos do Lago Salgado de Larnaca como resultado de envenenamento por chumbo. Panayiotis Constantinou, funcionário dos serviços veterinários do Chipre que realizou autópsias em flamingos, disse que o chumbo envenenou as aves.

O alto número de mortes é atribuído principalmente à forte chuva de inverno, há dois anos, que agitou o sedimento do lago e desalojou o chumbo embutido.

Um campo de tiro esportivo perto da ponta norte do lago foi fechado há quase 18 anos e as autoridades organizaram uma limpeza de chumbo no leito do lago.

Mas Hellicar disse que a limpeza estava aparentemente incompleta. Um estudo financiado pela União Europeia está em andamento para identificar onde quantidades significativas de chumbo permanecem, para que possam ser removidas. Os resultados preliminares do estudo mostraram níveis muito altos de chumbo na ponta sul dos pântanos, e Hellicar disse que continuar a caça aos patos pode agravar o problema.

“O problema é pronunciado”, disse ele. “O perigo é real para os flamingos e outras aves que usam a área.”

Alexandros Loizides, funcionário da Federação de Caça do Chipre, disse que caçar em uma faixa de 200 metros ao norte não era um problema, devido ao número limitado de caçadores. Ele disse não ter conhecimento de nenhuma morte de flamingo na área e acusou o escoamento de pesticidas e fertilizantes de fazendas próximas por criar quaisquer problemas de poluição que prejudiquem a vida selvagem.

“Acho que o efeito da caça ali é muito pequeno, em uma parte específica do lago”, disse ele. “Seria uma pena para os caçadores perderem a única área onde a caça é permitida perto dos pântanos.”

A proibição do uso de pelotas de chumbo perto de zonas húmidas está em vigor no Chipre há vários anos. Uma proibição semelhante em toda a UE entrou em vigor no mês passado, mas os conservacionistas acreditam que as leis não estão sendo aplicadas de maneira adequada.

Pantelis Hadjiyeros, chefe do serviço de caça e fauna, disse que era menos importante proibir a caça na área do que convencer os caçadores a parar de usar conchas com chumbo.

“Deve-se enfatizar que o uso de chumbo é proibido perto de pântanos e que apenas pelotas de aço são permitidos”, disse Hadjiyeros.

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo