RECUPERAÇÃO

Cadela paraplégica volta a andar após tratamento: ‘ela é adorável’

A cadela passou a fazer vários tratamentos alternativos, incluindo pilates canino e terapia com uma almofada oscilante            
(Foto: SWNS/Joanna Day)

Pip, uma cadela de sete anos da raça dachshund, ficou paraplégica por conta de uma doença no disco intervertebral, mas recuperou seus movimentos graças ao esforço de sua tutora, que nunca desistiu de buscar tratamentos alternativos para melhorar a qualidade de vida da cadela.

Tutora de Pip, Joanna Day, 35, mora com a cadela em Warwick, no Reino Unido, e não suportou ver sua amada companheira sofrendo e sentindo fortes dores. Após submetê-la a duas cirurgias, Day inseriu na vida a cadela uma rotina de exercícios de fortalecimento do núcleo que a livraram de uma vez por toda das dores.

“Ela pode correr pelo jardim e fazer tudo o que ela quiser. Ainda fazemos fisioterapia e tomamos cuidado com a reabilitação, mas ela teve uma recuperação notável. Eu levo seu paddleboarding, o que parece realmente ajudar com seu equilíbrio, e ela adora estar na água comigo”, contou Joanna ao Metro Jornal.

(Foto: SWNS/Joanna Day)

A cadela também pratica pilates canino e faz terapia com uma almofada oscilante. “Ela agora se recuperou totalmente depois de quatro longos meses de compromisso de seus tutores, embora adoremos ver Pip de volta para suas sessões de fisioterapia de manutenção, onde pretendemos mantê-la em forma e fazer tudo o que pudermos para evitar mais lesões”, disse a fisioterapeuta veterinária Emma Box.

De acordo com a tutora de Pip, a cadela é muito forte e resiliente. E agora, após recuperar seus movimentos e se livrar do sofrimento causado pelas dores, voltou a ser um animal feliz.

“Ela é uma cadela muito durona. Se a história dela pode animar as pessoas nestes tempos miseráveis, isso é ótimo. Todo mundo que a conhece se apaixona por ela; ela é uma cachorrinha adorável”, concluiu Day.

(Foto: SWNS/Joanna Day)

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo