Cavalos são mortos e mutilados por serial killer na França

           
Pixabay

Autoridades francesas estão investigando uma série de assassinatos brutais de cavalos na região de Saone-et-Loire. Os cadáveres dos animais são encontrados com mutilações terríveis, como orelhas decepadas, olhos arrancados, pescoços cortados e órgãos genitais desfigurados. A motivação dos crimes é um mistério, mas moradores acreditam que possam estar relacionadas com cultos religiosos locais.

Desde o início do ano, cerca de 10 animais foram encontrados sem vida com o mesmo modus operandi. Arquivos policiais apontam que em 2014 e 2016 foram registrados casos semelhantes na Bélgica e na Alemanha. Jessica Martin, capitã da polícia francesa, considera os crimes injustificáveis. “É um rito satânico, fraude de seguro, alguma caça macabra a um troféu ou um desafio da Internet? Nós não sabemos. É muito traumatizante”, disse.

Ela afirma ainda que não há um padrão para a escolha das vítimas. Os cavalos atacados são de raças, cores e tipos físicos diferentes. Inicialmente, a suspeita é que os animais estariam sendo mortos para atender matadouros da região, mas a hipótese foi rapidamente descartada, pois as mutilações encontradas são apenas de pequenas partes do corpo e o restante do cadáver ficavam intocados.

Entre as causas das mortes há também casos de eletrocussão, tiros e um caso de insuficiência cardíaca, talvez ocasionado por estresse e medo. Na França, crimes contra animais podem ser punidos com até dois anos de prisão além de multas que podem chegar a até € 30.000 (cerca de R$ 200 mil).


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo