Homem larga emprego para fundar santuário para animais explorados para consumo

           
Reprodução/Instagram/@barnsanctuary

Dan McKernan, que trabalhava na área de tecnologia, abandonou seu emprego para se dedicar a dar uma nova vida a animais que só tinham conhecido o sofrimento. Após assumir uma fazenda que é de propriedade de sua família há 140 anos, ele decidiu transformar o local em um santuário.

O abrigo recebe animais denominados “de fazenda”, ou seja, aqueles que são frequentemente explorados e maltratados para fabricação de carne, ovos, leite e derivados.

Todos os animais levados para o santuário de McKernan sofrem algum tipo de abuso ou negligência e recebem uma nova chance de vida nas mãos do ex-executivo.

Reprodução/Instagram/@barnsanctuary

Para McKernan, é importante que cada animal seja tratado como um indivíduo, tendo seus direitos e necessidades respeitados. Assim, o objetivo do fundador do santuário é promover uma vida confortável para os animais resgatados, para que eles possam viver da maneira mais natural possível, seguindo seus próprios instintos.

Segundo informações são da CBS Austin, a história de McKernan e de seus animais será retratada pela série “Saved by the Barn”, do canal de TV por assinatura Animal Planet.

Conexão com os animais

Durante a quarentena de combate ao coronavírus, McKernan aconselha as pessoas a se conectarem com os animais. Segundo o fazendeiro, basta haver uma troca de olhares para o tutor saber o que o animal está pensando e criar uma relação de afeto e respeito com ele.

Nas redes sociais, o fundador do santuário compartilha o seu dia a dia ao lado dos animais que resgatou e expõe o amor existente entre ele e esses seres. O objetivo é sensibilizar a sociedade a respeito dos maus-tratos e da exploração imposta a animais como bois, vacas, porcos, galinhas, que suportam um sofrimento inimaginável por conta dos hábitos das pessoas, que seguem consumindo produtos de origem animal.

Reprodução/Instagram/@barnsanctuary

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo