Mais de 50 cães são encontrados em canil clandestino

           

Um equipe da Polícia Ambiental e voluntários de uma ONG de proteção animal resgataram cerca de 52 cães explorados por um canil clandestino no bairro Canta Galo, na cidade de Lagoinha (SP). O local foi descoberto após denúncias.

Foto: ONG Vida/Arquivo pessoal

Foram encontrados, segundo informações do G1, 23 cães da raça yorkshire, 9 pinscher, 9 spitz, 7 shitzu, 2 pug e 2 basset. Os animais eram mantidos em situação de maus-tratos e negligência extremos. Não havia comida no local.

Os cachorrinhos salvos foram encaminhados para uma ONG de Taubaté, onde serão medicados e castrados. Uma senhora de 61 anos foi presa em flagrante no local e responderá em liberdade por maus-tratos contra animais.

Crime

No Brasil, crimes contra animais estão previstos na lei 9.605 de 1998. Uma vez acusado, o responsável pode ser punido com multa e até um ano de detenção. No entanto, em uma entrevista à Agência de Notícias de Direitos Animais, o advogado criminalista e consultor da ANDA Sérgio Tarcha explica que existe um novo projeto que torna a pena de crimes de maus-tratos mais rigorosa.

Segundo Tarcha, apesar de trazer avanços, crimes contra animais ainda não são vistos com gravidade pela Justiça. “A pena, hoje, é de 3 meses a 1 ano de detenção, ou seja, é nada. A lei que regula a matéria é a lei de crimes ambientais, 9.605/98, a nova lei, 11.210/18, que já foi aprovada pelo senado eleva para 1 a 4 anos de detenção, mais a multa. Ainda continua muito branda a legislação, em outros países é muito mais severo”, disse.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo