China proíbe vendas de animais silvestres, mas oferece incentivos fiscais para exportações

           
Pixabay

Um artigo publicado pelo jornal norte-americano Wall Street Journal afirma que a China está oferecendo incentivos fiscais para fomentar o comércio internacional de animais silvestres poucos dias após proibir a venda e consumo de espécies silvestres no país após pressão internacional. Cientistas apontam que o marco zero da pandemia da Covid-19 foi um mercado de animais silvestres na cidade chinesa de Wuhan.

Especialistas temem que a exportação de animais fomentem novos surtos epidêmicos e consideram a permissão irresponsável e um risco à saúde mundial. Celebridades como Paul McCartney, Brian May e a primatóloga Jane Goodall condenam veementemente a destruição de habitats e a interação e comercialização de espécies silvestres para consumo ou entretenimento humano.

Goodall aponta que a tirania humana sobre os animais é a principal responsável pela pandemia e futuros surtos epidêmicos. Paul McCartney classificou os mercados de animais silvestres na China como “medievais” e em alusão à pandemia do coronavírus, afirmou que estes locais são verdadeiras “bombas-relógios” que precisam ser proibidas definitivamente.

Ativistas em defesa dos direitos animais salientam que esta é uma excelente oportunidade para rever hábitos, filosofias e estilos de vida. A adoção do veganismo impacta positivamente no meio ambiente, salva milhares de animais e impede que novas epidemias surjam. Segundo dados da ONU, 70% das novas doenças que infectam seres humanos tem origem no consumo e exploração de animais.

Uma dieta vegetariana estrita, sem nenhum componente de origem animal, ajuda na prevenção de doenças crônicas, melhora a saúde do coração, colabora para o bem-estar mental, melhora o condicionamento físico, alergias, melhora a saúde intestinal e previne o câncer. Não existem mais motivos e justificativas para escravizar animais para satisfazer os desejos humanos. Repense, faça sua parte para a construção de um mundo mais gentil e saudável.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo