Gatinho é salvo após esperar dias com uma flecha na cabeça

           

O caso aconteceu nos EUA e o gato ganhou o nome de Cupido, por causa da flecha e também por ser um gato dócil, mesmo ferido


 

Animal Welfare League of Arlington

Recentemente, um gato sobreviveu ao ser atingido na cabeça por uma flecha, depois que equipes de resgate operaram o animal às pressas no dia 15/02, na Virgínia Ocidental, nos Estados Unidos.

Os socorristas acreditam que o gato tenha sido atingido por uma flecha de madeira, cerca de uma semana antes de ser descoberto. Ele foi nomeado Cupid (Cupido) por seus socorristas, que não conseguiram acreditar no quão o gato era dócil, mesmo ferido pela flecha.

Quem prestou socorro ao gato foi a entidade local de ajuda animal, o Grupo de Resgate de Animais das Terras Altas de Potomac, no entanto, eles não conseguiram financiar os cuidados que o animal precisava.

Foi então que, imediatamente, eles entraram em contato com outro grupo da cidade, a Liga de Bem-Estar Animal de Arlington (AWLA), que disseram que “sabiam que teriam que  salvar a vida do animal”, após verem as imagens do gato ferido.

“Como poderíamos dizer não?'” disse o AWLA em um post no Facebook. Sendo assim, o gato foi transportado para o AWLA, onde foi examinado por um veterinário e recebeu remédio para a dor. “Esta foi uma cirurgia muito intensa para um gato jovem e com baixo peso”, afirmou a organização.

“Neste momento, não podemos garantir 100% que sobreviverá, mas estamos fazendo tudo o que podemos para salvar sua vida, e esse gatinho é um lutador”, concluiu a organização.

As fotos do animal ferido foram postadas no Facebook para solicitar ajuda do público para arrecadar dinheiro para a organização, para que assim, pudessem ajudar Cupido e outros animais que possam vir a necessitar de ajuda no futuro.

Confira as imagens do gato resgatado:


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo