Chileno já resgatou sozinho mais de 600 cães das ruas de Santiago

           

Fernández tem a meta de ajudar mais 400 cachorros até os 30 anos, chegando a uma marca de mil cachorros resgatados das ruas


David Fernandez

David Fernández (26), é ativista e apaixonado pela causa animal. Até o momento, Fernández já resgatou e amparou cerca de 600 cachorros em situação de rua em Santiago, no Chile. Atualmente, registra em seu Instagram (@davidfernandez5293) as transformações dos cães, antes e depois de chegaram em suas mãos.

O estudante de Comunicação e Relações Públicas explica para a ANDA  por que começou a realizar o trabalho há 10 anos, quando tinha apenas 16 anos: “A ideia de resgatar e ajudar animais tem sua origem na superpopulação canina existente nas ruas do Chile. Eu sempre amei animais e não há nada mais bonito do que mudar uma vida”.

Ele acredita que a superpopulação de cães no país está atrelada à “incultura, ignorância e falta de empatia” das pessoas. Fernández tem a meta de ajudar mais 400 cachorros até seus 30 anos de idade, chegando a uma marca de mil cachorros resgatados das ruas, amparados e posteriormente adotados.

Questionado a respeito de como sustenta e dá suporte a todos os animais que resgata, ele declara: “As pessoas comuns (do bairro e da cidade) me ajudam, o governo do Chile não ajuda em nada”.

E completa: “Os animais costumam se hospedar na minha casa e depois eles vão para as casas das famílias que os adotam, que são selecionadas e pesquisadas por mim”.

Entre as 600 histórias com final feliz – pois ele garante que nenhum cachorro morreu em seus braços – ele conta a de Domingo, um cachorrinho de quatro anos com o qual teve uma relação em particular: “Ele me mordia muito. Isso me deixou abalado psicologicamente. Foi o único que me mordeu até hoje. Eu precisei me reinventar, aprender a conquistá-lo”.

Domingo antes e depois/ David Fernandez

Ele também relembra um resgate memorável, de uma cadelinha chamada Esperanza (Esperança), que ele chama de ‘comovente’ e diz lembrar até hoje: Ela estava abalada psicologicamente e muito desconfiada, mas com o tempo, amor e perseverança ela começou a demonstrar afeto por mim”.

Esperanza antes e depois/ David Fernandez

Questionado a respeito de planos para o futuro, além de alcançar a marca de mil cães até os 30 anos, ele diz que também tem o sonho trabalhar na National Geographic e ter um programa de TV que resgate cães abandonados nas ruas. Ele também declara que está reduzindo o consumo de carne e que pretende adotar o vegetarianismo.


Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

 

 

 

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo