Ativistas transformam campo de futebol em floresta

           

Foram plantadas mais de 300 árvores dentro do campo de futebol com o objetivo de conscientizar a população sobre como seria um futuro onde as árvores se tornassem tão raras que só pudessem ser vistas em estádios


 

Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer
Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer

Uma floresta foi cultivada dentro de um estádio de futebol austríaco por ativistas que tinham por objetivo mostrar como poderia ser em um futuro onde as árvores se tornem tão raras que as pessoas tenham que ir aos estádios para vê-las.

Centenas de árvores foram plantadas no estádio de futebol Woerthersee, em Klagenfurt, na Áustria, como parte de um projeto de arte de 30 anos atrás – e as pessoas podem aproveitar o espetáculo a partir de hoje, 8 de setembro.

O criador do projeto, Klaus Littmann, pintou à mão o desenho de Max Peintner, “A atração sem fim da natureza”, de 1970, que descreve uma floresta de árvores em um enorme estádio cercado por milhares de pessoas dentro de uma cidade – usando esse esboço como base de sua visão.

Foto: CEN/For Forest/Unimo
Foto: CEN/For Forest/Unimo

O projeto do estádio, intitulado For Forest, foi possível com o apoio do conselho local com o time de futebol que normalmente usa o estádio que tem 30 mil lugares e que atualmente está na segunda liga da Áustria, tendo sido transferido para uma instalação menor nas proximidades.

O projeto foi divulgado tendo como pano de fundo de incêndios florestais na Amazônia, seguido pela notícia de que inseticidas e tempo seco estavam contribuindo para os incêndios devastadores na Áustria.

Falando sobre o projeto, Klaus disse: “Quero desafiar nossa percepção da natureza e aguçar nossa consciência do futuro relacionamento entre natureza e humanidade”.

Foto: CEN/For Forest/Unimo
Foto: CEN/For Forest/Unimo

Ele viu o potencial do local depois de ouvir como o estádio havia sido abandonado a maior parte do ano em que seria usado no Campeonato Europeu de Futebol em 2008.

O artista disse à revista TANK: “Os trabalhos de [Peintner], que são críticos da civilização e ecologicos, refletem verdadeiramente os pesadelos da humanidade. A própria natureza é uma maravilhosa obra de arte.

Klaus achou o conceito “fascinante”, a ideia surgiu inicialmente em um mundo onde havia “pouca discussão sobre desmatamento e mudança climática”.

Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer
Foto: CEN/For Forest/Gerhard Maurer

Ele continuou: “Este projeto também é um aviso de que a natureza, que agora consideramos um dado adquirido, um dia poderá ser encontrada apenas em espaços especialmente designados, como já é o caso dos animais de zoológico”.

O projeto inclui 16 tipos de árvores e terminará em 27 de outubro, com as árvores arrancadas e movidas para locais próximos para minimizar a pegada de carbono.

As pessoas só poderão ver a floresta selvagem das arquibancadas do estadio e haverá exposições paralelas sobre o tema da natureza no Museum Moderner Kunst Kärnten e na Klagenfurt State Gallery, na cidade austríaca.

Foto: AFP/Getty Images
Foto: AFP/Getty Images

Gratidão por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, independentemente do valor, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta. DOE AGORA.


 

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo