Zara vende porta-retratos feitos com chifres de animais e causa indignação

A rede de lojas Zara causou grande revolta na população ao anunciar a venda de porta-retratos feitos com pedaços de chifres de animais em seu site. Inúmeros ativistas e defensores dos direitos animais se posicionaram contra a empresa.

porta-retrato
Foto: Zara

A Zara já tentou melhorar seus padrões de bem-estar animal depois de uma série de escândalos relacionados à exploração de animais. A empresa anunciou o banimento da venda de produtos feitos com pele de angorá ou cosméticos testados em animais. Mas este retrocesso mostra uma incoerência nos padrões de ética da empresa.

Elisa Allen, diretora da PETA no Reino Unido, disse que a sociedade está “abandonando o uso de tecidos e objetos de origem animal” e pediu que a Zara faça o mesmo.

“Bois, veados e búfalos cultivam um único conjunto de chifres para durar a vida inteira, o que significa que os chifres usados ​​para produzir tigelas, copos ou porta-retratos vêm de animais que morreram aterrorizados em matadouros ou cujos cérebros foram destroçados por caçadores.”

“O impacto ambiental de materiais de origem animal, juntamente com a crueldade inerente a todas as indústrias que tratam os animais como objetos, é o motivo pelo qual a PETA defende e incentiva o uso de materiais veganos para roupas, acessórios e artigos de decoração”.

Comente

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação

Você Viu?

ir para o topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com