Bitucas de cigarro são apontadas como as maiores fontes de lixo dos oceanos

           
De 1980 pra cá, já foram coletados 60 milhões de filtros de cigarro (Foto: Divulgação)

De acordo com a ONG Ocean Conservancy, as bitucas de cigarro são as maiores fontes de lixo dos oceanos. De 1980 pra cá, já foram coletados 60 milhões de filtros de cigarro, o que segundo a organização, excede o número de sacolas plásticas, embalagens de alimentos, garrafas e canudos retirados dos oceanos. O fato de haver fumantes que tratam o meio ambiente como um cinzeiro tem sido prejudicial aos ecossistemas.

Embora os filtros de cigarro sejam feitos de acetato de celulose, o que leva à crença de que eles são biodegradáveis, a verdade é que um tipo de microplástico que não é biodegradável se forma quando o acetato de celulose é processado, o que favorece a poluição oceânica quando as bitucas são descartadas, segundo a Ocean Conservancy.

De um total de 5,6 trilhões de cigarros fabricados por ano, dois terços são descartados de forma irregular. A situação é tão grave que filtros de cigarro já foram encontrados em 70% das aves marinhas e 30% das tartarugas marinhas. A organização revela que além das bitucas serem descartadas nas praias, muitas são arrastadas até os rios pelas chuvas e então para o mar.

Fonte: Vegazeta 

Comente

Comunicar erro

Obrigado por estar conosco! Você acabou de ler uma matéria em defesa dos animais. São matérias como esta que formam consciência e novas atitudes. O jornalismo profissional e comprometido da ANDA é livre, autônomo, independente, gratuito e acessível a todos. Mas precisamos da contribuição, dos nossos leitores para dar continuidade a este imenso trabalho pelos animais e pelo planeta.

Faça uma doação
               

Veja Também

ir para o topo